Publicidade
Página Inicial

“As perseguições aos professores continuam em Buriticupu”, denuncia presidente do SINTEB

12/04/2014 às 11:00 em Regional
Presidete do SINTEB

Aldeci Rodrigues, presidente do sindicato dos professores de Buriticupu – SINTEB

Segundo o Sr. Aldeci Rodrigues, presidente do sindicato dos professores de Buriticupu – SINTEB, o prefeito José Gomes Rodrigues(PMDB) e sua esposa Betel Santana, secretária municipal de educação continuam perseguindo os professores.

Em e-mail encaminhado a redação deste noticioso Blog na tarde desta sexta-feira (11), o presidente diz que mesmo os professores estando cumprindo a jornada de trabalho de acordo com o que reza a lei federal nº 11.738/2008 que determina 26h de atividade com alunos e 14h de atividades pedagógicas para jornada de 40h, o prefeito e a 1ª dama continuam colocando faltas para descontar do salário, sendo que os professores permanecem na escola cumprindo as demais horas de trabalho pedagógico como determina a lei.

Em reunião com equipe pedagógica e gestores escolares, o “poderoso chefão” teria dado ordens expressas, que segundo o presidente tem simplesmente o objetivo de coagir a categoria ameaçando em exonerar professores concursados a mais de 15 anos.

Entre as ameaças, estaria à remoção de profissionais (professores) para locais distantes de suas residências, o que é arbitrário segundo ele.

Diante do caos generalizado, os professores apenas reivindicam seus direitos garantidos por lei federal, a tão conhecida lei do piso nacional do magistério: Redução da jornada de trabalho; pagamento do novo piso que já foi divulgado pelo MEC que é de 8,32%, atualização e aprovação do novo plano de carreira do magistério.

CONTRA-CHEQUE

Contra-cheque de servidor com as referidas faltas e descontos

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 − = 3