Publicidade
Página Inicial

Após virar ‘Caso de Polícia’, é anulada primeira etapa do Concurso Público da Prefeitura de Buriticupu

18/05/2022 às 21:37 em Sem categoria

Depois da prisão em flagrante de cinco pessoas, suspeitas de fraudar o Concurso Público de Buriticupu e outras irregularidades, a comissão organizadora, presidida pelo professor Estaniel Carvalho, decidiu anular a primeira etapa do Concurso (provas aplicadas no último domingo).

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado do Maranhão, nesta quarta-feira (18).

De acordo com informações obtidas com exclusividade pelo Blog do Antônio Marcos, na noite de sábado (14), a Polícia Civil de Buriticupu tomou conhecimento que um homem de iniciais J. H. U. D., com ajuda de uma mulher, estaria aliciando pretensos candidatos ao Concurso Público.

De posse das informações, a polícia deu início às diligências a fim de apurar os fatos, o que resultou na prisão de J. H. U. D. e mais quatro mulheres envolvidas no “esquema” criminoso. As quatro, funcionárias da prefeitura (três contratadas e uma concursada).

Ainda segundo informações, graças à ação rápida da Polícia Civil, o indivíduo foi preso antes de repassar o gabarito ou qualquer outra informação aos seus pretensos contratantes, que teriam pagado R$ 3.000,00 (três mil reais), cada, ao ao suspeito.

Erros primeiros mostram que a empresa não tem competência para realizar um Concurso Público. Para que se tenha uma idéia do despreparo da referida empresa, os fiscais não estavam devidamente identificados, nem tampouco os membros da banca organizadora, o que gerou certa confusão, pois em determinados momentos não era possível identificar quem era fiscal, quem era candidato e quem era membro da banca organizadora.

Os recipientes para armazenagem dos pertences dos candidatos, não dispunham de lacre, o que possibilitou que qualquer candidato, acessasse o celular, já que em boa parte das salas não tinha fiscal.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


3 + 9 =