Publicidade
Página Inicial

Audiência pública no bairro da CAEMA em Imperatriz marca início da campanha “MP nos Bairros”

25/09/2014 às 08:52 em Justiça

Promotores e autoridades ouviram as principais queixas da população e prometeram soluções.

MPMA 1 OKO Ministério Público do Maranhão realizou audiência pública nesta terça-feira, 23, às 18h, na Igreja São Sebastião, no bairro da CAEMA. A ação marcou o lançamento da campanha “MP nos Bairros”, que tem por objetivo promover um diálogo entre as localidades carentes e a instituição, para detectar os principais problemas da população e buscar soluções junto aos poderes responsáveis.

O evento, que reuniu uma grande platéia, contou com a participação de promotores de justiça de Imperatriz, da diretora da Secretaria para Assuntos Institucionais da Procuradoria Geral de Justiça, Fabíola Fernandes Ferreira, e de representantes da Prefeitura, Polícia Militar, lideranças comunitárias e religiosas.

O diretor das Promotorias de Imperatriz, Joaquim Ribeiro de Sousa Júnior, que também é coordenador da campanha, diz que a iniciativa é uma oportunidade de o Ministério Público descentralizar os serviços ofertados ao cidadão. “Este é um bairro extremamente carente e que precisa muito da ajuda, não só do MPMA, mas de todo o Poder Público. Nos cabe agora o desafio imenso de dar respostas adequadas e voltar ao bairro trazendo notícias de dias melhores”, afirma Joaquim Júnior.

MPMA 2 OKFabíola Fernandes observou que a audiência é uma ação concreta de aproximar o Ministério Público da população. Ressaltou que o MPMA é o órgão que tem as portas abertas para a comunidade fazer valer os seus direitos e encorajou as pessoas a denunciarem as irregularidades e os crimes cometidos contra quem quer que seja.

“Nós precisamos dar um basta, enquanto cidadãos, denunciar as irregularidades, a corrupção, a falta dos direitos mínimos garantidos na Constituição. Nós estamos aqui, hoje, para ouvir vocês e encontrar soluções para as demandas. Eu só tenho a parabenizar os colegas promotores de Imperatriz pela iniciativa”, observou. A promotora de justiça disse, ainda, que espera voltar à comunidade quando as respostas às demandas vierem. “Quero visitar o posto de saúde, visitar a instalação de um posto de policiamento, ver que os esgotos não estão mais correndo a céu aberto, ameaçando a saúde da população, visitar o novo centro de lazer para crianças e jovens e tudo o que precisamos para ter uma vida digna”.

REIVINDICAÇÕES

Entre as principais reivindicações dos moradores do bairro da CAEMA, destacam-se: melhorias no posto de saúde, com atendimento médico mais humanizado e em mais dias da semana; posto de policiamento; a revitalização e o aproveitamento para a comunidade de um prédio abandonado, que atualmente serve para usuários de drogas e criminosos; a criação de uma área de lazer para crianças, jovens e adolescentes; pavimentação das ruas do bairro; rede de esgoto e saneamento básico (segundo os moradores, atualmente, os esgotos estão invadindo as vias públicas); programa de inserção social e digital para os jovens, a fim de evitar que eles sejam cooptados para o mundo das drogas e do crime, entre outros.

Os promotores e demais autoridades ouviram todas as queixas e prometeram tentar encontrar soluções administrativamente com os poderes responsáveis ou por via judicial, se houver recusa de qualquer autoridade em garantir os direitos reivindicados. O MPMA informará quando será a visita de retorno ao bairro da CAEMA para apresentar os resultados obtidos.

(Da Assessoria)

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


2 + = 9