Publicidade
Página Inicial

Caso Gabriel: PC conclui inquérito e indicia suspeitos por tentativa de homicídio

25/01/2022 às 23:08 em Sem categoria

A Polícia Civil do Maranhão, através do 1° Distrito Policial de Açailandia, que tem como titular, o Delegado Saniel Ricardo Trovão, concluiu e encaminhou a justiça nesta terça-feira (25), o inquérito policial do caso Gabriel da Silva Nascimento (23), espancado covardemente pelo casal Jhonnatan Barbosa e Ana Paula Vidal, no dia 18 de dezembro de 2021, no centro de Açailandia.

Após tomar conhecimento do ocorrido, a Polícia Civil baixou portaria para apuração do caso. Durante as investigações, a polícia ouviu a vítima, que foi submetida a exame de corpo delito preliminar, posteriormente ouviu uma testemunha ocular, assim como a investigada, Ana Paula Vidal. Já o investigado Jhonnatan Barbosa não compadeceu para prestar esclarecimentos, durante o prazo de conclusão do inquérito (30 dias).

A Polícia Civil encaminhou o laudo preliminar, feito na vítima no dia 19 (dia posterior ao ocorrido), bem como as imagens que flagraram o crime, ao IML.

O delegado encaminhou o material ao Instituto Médico Legal (IML), para que fosse realizado um exame de corpo delito complementar, e assim foi feito.

O IML respondeu algumas quesitações, feitas pelo delegado em sua requisição, tal como se o comportamento dos investigados poderia causar a morte da vítima. O laudo informou que as agressões sofridas por Gabriel, poderiam sim levá-lo a morte.

Com base nas oitivas da vítima, da investigada e de testemunhas, bem como nas imagens que registraram as cenas de “selvageria”, o Delegado Saniel Trovão, indiciou Jhonnatan Barbosa e Ana Paula Vidal, por tentativa de homicídio, com duas qualificadoras – uma por motivo torpe (por as agressões terem sido iniciadas por os investigados imaginarem que Gabriel estaria roubando o próprio carro) e outra pelo meio empregado (asfixia), na modalidade de dolo eventual – quando o indivíduo pratica uma conduta que prevendo o resultado, ainda assim continua a praticar tal comportamento.

De acordo com o laudo, quando o iniciado Jhonatan Barbosa pisou no pescoço do Gabriel, ele assumiu o risco de fraturar uma vértebra (quebrar o pescoço), lesionar a medula ou rompimento da traqueia, o que poderia causar a morte da vítima

O Inquérito Policial foi encaminhado ao Poder Judiciário para as providência pertinentes ao caso.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 + 8 =