Publicidade
Página Inicial

Com apoio Federal, obra do Residencial Canto da Serra será retomada de imediato

10/04/2018 às 21:35 em Política

Aporte de recursos de R$ 73,5 milhões foi assinado em Brasília!

WhatsApp_Image_2018-04-10_at_11.45.21

Aporte de recursos de R$ 73 milhões foi assinado nessa terça-feira, em Brasília (Foto: Divulgação)

Mais uma agenda do prefeito Assis Ramos em Brasília resulta em bons frutos para Imperatriz. A assinatura do termo que garante aporte de recursos na ordem de R$ 73,5 milhões para retomada das obras no Residencial Canto da Serra, foi realizada na manhã dessa terça-feira, 10, com a presença do ministro das Cidades, Alexandre Baldy; presidente da Caixa Econômica Federal, Nelson Antonio de Souza; senador João Alberto; e deputados federais João Marcelo e Hildo Rocha.

Com a retomada do projeto, 2.920 famílias renovam a esperança de realizar o sonho da casa própria. Recurso garantido na capital federal será utilizado para conclusão das etapas de um a sete, no conjunto habitacional do programa Minha Casa Minha Vida, iniciado há mais de quatro anos e abandonado pelas construtoras responsáveis.

De acordo com o prefeito, a resposta para os problemas em projetos considerados imperfeitos será executada de imediato. “Desde que assumimos a gestão temos lutado para encontrar uma solução. A obra paralisada há vários anos, agora será concluída, graças ao esforço de nossa equipe e ao apoio dos nossos senadores. É uma solução cara, mas definitiva”, ressaltou o prefeito, por telefone.

Em sua rede social, o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, ressaltou a importância da conclusão da obra para Imperatriz. “É um dia muito importante para a população de Imperatriz do Maranhão, e também para todos os brasileiros, pois demonstra o respeito que o Governo Federal tem pela população brasileira ao dar prioridade na retomada de obras paralisadas e que são importantes para o país. Sob o âmbito do programa Avançar, a retomada das obras de um residencial emblemático, com quase 3 mil unidades habitacionais, no estado do Maranhão, um empreendimento que muitos devem conhecer pelos vídeos que circularam por todo o país das unidades abandonadas.  Iremos retomar as obras e devolver a dignidade as 3 mil famílias que aguardam suas moradias”.

Da Assessoria

 

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 − = 7