Publicidade
Página Inicial

Com o de Açailândia, sobe para 71 o número de casos confirmados de COVID-19 no MA; 12 estão recuperados

02/04/2020 às 05:59 em Sem categoria

A Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES) divulgou na noite desta quarta-feira (1°) boletim epidemiológico que contabiliza mais 19 casos de COVID-19. Com isso, sobe para 71 o número de casos confirmados por laboratório do novo coronavírus no estado, sendo uma morte. A SES registrou mais 166 casos descartados nas últimas horas.

nota, até às 22h20, o Maranhão contabilizava 774 casos suspeitos e 1.413 descartados. Dos 71 casos positivos, 68 foram registrados em São Luís, 2 em Imperatriz e 1 em Açailândia. Nesta quarta, 13 homens e 6 mulheres receberam a notificação. Também foi informado pela Secretaria que 12 pessoas estão recuperadas. Seguindo a metodologia do Ministério da Saúde, óbito e recuperados estão contabilizados entre os casos confirmados.

Crianças de zero a 09 anos correspondem a 2 casos, já a maioria dos registros compreende a faixa entre 30 e 39 anos, sendo 23 casos confirmados. Idosos com idades entre 60 e/ou mais de 70 contabilizam 12 casos. Mulheres ainda representam na maioria da contagem por sexo (55%). Veja quadro explicativo abaixo:

Segundo evolução da COVID-19 no Maranhão, o primeiro caso confirmado no estado foi confirmado no dia 20 de março. Em menos de duas semanas, a quantidade subiu para 71. O isolamento social dois últimos dias contribuiu para projeção um pouco menor do que a que era esperada para o período atual. Ainda assim, de acordo com o secretário de saúde Carlos Lula, houve “aumento expressivo nos últimos dois dias”.

No Maranhão, já existem casos de transmissão comunitária de coronavírus, quando não é mais possível detectar a origem da infecção. No estado também começou a ser adotado protocolo específico para sepultamentos.

A COVID-19 NO BRASIL

Brasil confirma mais 39  mortes por coronavírus e número de óbitos chega a 240. Há 6.836 pessoas  infectadas, segundo o Ministério da Saúde. São Paulo tem óbitos à espera  de confirmação da Covid-19. A pandemia já é considerada pela Organização das Nações Unidas (ONU) o maior desafio da humanidade desde a Segunda Guerra Mundial, tanto pela ameaça às vidas quanto pelas consequências à economia.

Cuidados para prevenir o coronavírus

O Ministério da Saúde reforçou as medidas que reduzem o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas. Entre elas, estão:

  • Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
  • Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Por que essas recomendações são importantes?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) explica:

Lavar as mãos 

A higiene com água e sabão ou álcool gel elimina o vírus, se este estiver nas mãos.

Praticar a etiqueta respiratória

Ao tossir ou espirrar,  é importante cobrir a a boca e o nariz com lenço descartável ou com o cotovelo flexionado, pois impede a propagação de germes e vírus. Se espirrar ou tossir com as mãos, poderá contaminar objetos ou pessoas em que tocar.

Manter o distanciamento social

Manter pelo menos 1 metro de distância entre você e outras pessoas, principalmente aquelas que tossem e espirram, evita que você entre em contato com pequenas gotículas que contêm o vírus e também inale o vírus.

Evite tocar nos olhos, nariz e boca

Por quê? As mãos tocam muitas superfícies que podem estar contaminadas com o vírus. Se você tocar nos olhos, nariz ou boca com as mãos contaminadas, poderá transferir o vírus da superfície para si mesmo.

Se tiver febre, tosse e dificuldade em respirar, procure atendimento médico

quê? Sempre que você tiver febre, tosse e dificuldade em respirar, é importante procurar atendimento médico imediatamente, pois isso pode ocorrer devido a uma infecção respiratória ou outra condição séria. Os sintomas respiratórios podem ter várias causas e, dependendo do seu histórico e circunstâncias pessoais, o Covid-19 pode ser um deles. Com informações do El País.

Do MA 10

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 + = 15