Publicidade
Página Inicial

Coordenadoria do TJMA apresenta projetos no I COCEVID, em MT

11/10/2019 às 13:06 em Justiça

I Encontro do Colégio de Coordenadorias da Mulher em Situação de Violência Doméstica do Judiciário Brasileiro foi prestigiado por conselheiras do CNJ.

Desª Erotides Kneip, juíza Larissa Tupinambá, Desª Angela Slazar, Maria Cristiana Ziouva, Des. Carlos Alberto Alves da Rocha e Edla Ferreira.

Representantes da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar – CEMULHER, inclusive a presidente da Comissão, desembargadora Angela Salazar, participaram do I Encontro do Colégio de Coordenadores da Mulher em Situação de Violência Doméstica do Poder Judiciário Brasileiro – COCEVID, realizado no Tribunal de Justiça do Mato Grosso, em Cuiabá (MT), no mês de setembro. O evento reuniu coordenadores de todo o país e proporcionou diálogos e troca de experiências.

Além da desembargadora Angela Salazar, participaram a juíza Larissa Rodrigues Tupinambá Castro (titular da 3ª Vara da Comarca de Pedreiras e juíza assessora da CEMULHER) e a psicóloga Edla Ferreira (da equipe multidisciplinar da Coordenadoria).

A organizadora do I COCEVID e presidente do Colégio de Coordenadores, desembargadora do TJMT Erotides Kneip, recebeu a todos com grande entusiasmo, acompanhada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Mato Grosso, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha. A programação do evento contemplou palestras, painéis sobre a gestão das Coordenadorias Estaduais da Mulher dos Tribunais de Justiça com a apresentação das experiências e boas práticas, debates, elaboração e assinatura da Carta de Cuiabá, com encaminhamentos para a ação continuada do Colégio de Coordenadores da Mulher em Situação de Violência Doméstica do Poder Judiciário Brasileiro.

Durante a abertura do evento, a conselheira do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Maria Tereza Uile Gomes, proferiu a palestra “Gestão Integrada de Dados e plano de ação para reduzir ou prevenir a judicialização”. E todo o encontro do COCEVID foi acompanhado pela também conselheira do CNJ, Maria Cristiana Simões Amorim Ziouva, atual supervisora da Política Judiciária Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres (instituída pela Resolução CNJ nº 254/2018).

PROJETOS MARANHENSES – A presidente da CEMUHER do TJMA, desembargadora Angela Salazar, apresentou os projetos desenvolvidos pela Coordenadoria no Estado do Maranhão na mesa de trabalho sobre a Gestão das Coordenadorias, ao lado das experiências dos Tribunais do Acre e do Paraná. O Maranhão também apresentou seus trabalhos através de banners e materiais educativos expostos em estande no período do evento, no hall de entrada do prédio do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

Comunicação Social do TJMA

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


6 + 2 =