Publicidade
Página Inicial

Desembargador Jamil Gedeon Presidente do Tribunal de justiça do maranhão é recebido com manifesto em Açailandia

19/08/2011 às 22:39 em Sem categoria
Açailandia – A inauguração da 5ª vara criminal de Açailandia que aconteceu na manhã desta sexta feira 19/08, foi marcada por um manifesto, realizado pelo SINDJUS (sindicato dos servidores da justiça do estado do maranhão).
O sindicato divulgou nesta quinta-feira  18/08, notícia em seu site, acusando o presidente do Tribunal de Justiça, Jamil Gedeon, de ter radicalizado no sentido de não sentar com a categoria na busca de um entendimento para o fim da greve que já dura dez dias.
Segundo o sindicato, o presidente não compareceu a uma reunião marcada por ele mesmo para tentar um acordo. O encontro foi mediado pelo bispo Emérito de Viana, Dom Xavier Gilles, e do arcebispo metropolitano de São Luís, Dom José Belizário da Silva.
Os dois líderes religiosos, a pedido do SINDJUS e do comando de greve, intercederam junto à direção do Tribunal de Justiça, em busca de canais de diálogo para encontrar uma solução para o movimento paredista.
Se Maomé não vai a montanha, a montanha vai a Maomé
Ao ficar sabendo da vinda do presidente do TJ à Açailandia, o SINDJUS reuniu funcionários da justiça da capital e de várias cidades do interior do estado e vieram à Açailandia, mais uma vez tentar uma conversa com o desembargador e presidente do TJ Jamil Gedeon, conversa que até aonde ficamos sabendo não aconteceu.

As pessoas que foram prestigisr a solenidade, não conseguiam ouvir nada do que era dito pelas autoridades  que faziam uso sa palavra, o som emitido pelo um carro  de som colocado pelos manifestantes na porta FORUM não permitia. 


A segurança foi reforçada para garantir a ordem durante a solenidade, como mostra a fotografia abaixo.

Mais informações:
http://www.sindjus.org.br/novo/noticiadetalhe.php?id=2735
Por Antonio Marcos
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


2 + 9 =