Publicidade
Página Inicial

Desembargador nega liminar a acusada de mandar matar o médico Dr. Varão

21/08/2012 às 15:48 em Justiça
O desembargador indeferiu a liminar e manteve a data do julgamento de Salete, que irá a ”Júri Popular”  no dia 20 de setembro deste ano!
Bom Jardim O desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão, Raimundo Melo,negou nesta terça-feira 21/08, em decisão monocrática, pedido de liminar em desaforamento criminal feito por Salete Silva Varão, acusada de ser a mandante da morte do médico: Antônio Lopes Varão, o “Dr. Varão” como era conhecido. O crime aconteceu no município de Bom Jardim-MA, a 220 km de São Luís.
A defesa de Salete ingressou com pedido de desaforamento para que ela fosse julgada em outro município, e não em Bom Jardim. No pedido, os advogados sustentam que a vítima era muito conhecida na cidade, além de ter exercido vários mandados de vereador e atuar como médico na região, o que permitiu seu contato com grande número de pacientes, fatos que poderiam influenciar a decisão dos jurados.
Quando da análise da liminar, Melo ressaltou que as alegações da ré não ficaram prontamente caracterizadas, uma vez que não bastam meras suposições ou alegações vagas a respeito da dúvida sobre a imparcialidade dos jurados ou sobre a segurança pessoal da acusada, para o deferimento do pedido de desaforamento.
O desembargador indeferiu a liminar e manteve a data do julgamento de Salete, que ocorrerá no dia 20 de setembro deste ano. Agora o processo será encaminhado ao Ministério Público do Estado e a Procuradoria Geral de Justiça, que se manifestarão acerca dos pedidos da defesa de Salete Varão.
O CRIMENo dia 11 de dezembro de 2010, dois homens se dirigiram ao Hospital Municipal de Bom Jardim se passando por pacientes, e ao serem atendidos pelo médico Antônio Lopes Varão, dispararam dois tiros contra a vítima, que morreu no local.
Após o crime, os dois pistoleiros conseguiram escapar em companhia de mais outras duas pessoas em um Ford Fiesta branco. Quando da fuga, o automóvel em que os bandidos estavam capotou na BR-222, em Vitória do Mearim, e um deles, identificado como Daniel Oliveira Rodrigues, que seria amante de Salete Silva, morreu.
Já no dia 3 de julho, a mandante do crime e mulher da vítima foi presa quando retornava a São Luís, vindo do Pará, de trem. Ela foi levada para o Presídio Feminino, em Pedrinhas, e aguarda o seu julgamento pelo Tribunal do Júri da Comarca de Bom Jardim.
Por Antônio Marcos
Com informações da Assessoria de Comunicação do TJMA
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 + 2 =