Publicidade
Página Inicial

Duda Mendonça ensina que bater em adversário pode levar a derrota

15/10/2012 às 12:40 em Política
“Se bater, pode tornar o adversário uma vítima e perder a eleição“, diz Mendonça!
 
Duda Mendonça (publicitário)
São Luis – Um dos maiores publicitários de campanhas eleitorais no país, Duda Mendonça, ensina aos seus clientes que a tática de bater pode levar à derrota. Foi uma das exigências aqui em São Luís, quando fez a campanha do “Agora Vai”, do prefeito eleito de São Luís, João Castelo, em 2008.
Mendonça sempre foi favorável ao tipo de campanha propositiva. Se bater, pode tornar o adversário uma vítima e perder a eleição. No primeiro turno das eleições na capital maranhense, a coligação do candidato Washington Oliveirausou chicotes. Começou batendo em João Castelo e estendeu suas chibatas ao adversário Edivaldo Holanda Júnior (PTC).
Achava que assim derrubaria o candidato do PTC e chegaria ao segundo turno enfrentando João Castelo. Foi um erro de estratégia política. Fez a campanha mais suja da história eleitoral de São Luís.
Contratou uma empresa de fora do Maranhão e elegeu o péssimo caráter, secretário da SECOM estadual, Sérgio Macedo, para comandar a campanha da baixaria.
Os ataques nas campanhas do horário eleitoral foram da canela abaixo. O eleitor não aprovou e levou Júnior para o primeiro colocado na etapa inicial da votação. E mais: carregou WO para a quarta posição. Deu tudo errado.
Os coordenadores da campanha de João Castelo contrataram a equipe que opera o lado negativo dos adversários que trabalham no primeiro turno para WO. Uma aposta nada bem sucedida.
Mas Castelo insiste em operar com a mesma turma, tentando desqualificar Holanda Júnior pela falta de experiência administrativa.  Como se só aos mais antigos é dado o direito de administrar. E, pelos resultados das pesquisas após o primeiro turno, não obteve sucesso.
Fonte/http://www.luiscardoso.com.br/
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 1 = 2