Publicidade
Página Inicial

Em entrevista exclusiva ao Blog, Cristiano Filho diz o que pensa sobre Ildemar Gonçalves e Lúcio Flávio

06/03/2017 às 13:14 em Sem categoria
Cristiano

Advogado Cristiano Filho durante entrevista ao Blog do Antonio Marcos

O Blog do Antônio Marcos abre uma série de entrevistas com políticos e personalidades da região.  Nosso primeiro entrevistado é o advogado Christiano Fernandes de Assis Filho (Cristiano Filho), atual assessor jurídico da Câmara Municipal de Açailândia.

Durante entrevista, o jurista critica duramente políticos corruptos e fala o que pensa sobre Ildemar Gonçalves dos Santos (ex-prefeito de Açailândia) e Lúcio Flávio Araújo de Oliveira (atual prefeito de Itinga do Maranhão).

O advogado diz ser totalmente contra a forma de administrar, adotada pelo prefeito de Itinga do Maranhão, Lucio Flávio (PSDB), que segundo o jurista está fazendo tudo ao contrário do pregou durante suas campanhas eleitorais.

Ainda durante entrevista, Cristiano Filho critica também o ex-prefeito de Açailândia Ildemar Gonçalves (PSDB), que segundo ele está sendo omisso no sentido de evitar os desmandos já praticados seu “afilhado político” Lúcio Flávio.

Cristiano diz ser um dos indignados contra políticos que roubam o erário publico. Quando indagado sobre o que pensa sobre estes políticos, que sem dúvida é a “escória da politica brasileira”, o mesmo dispara: “É a pior espécie de bandido que existe, pois nos rouba e rouba principalmente nossa consciência”.

Veja a integra da entrevista:

Antônio Marcos: Dr. Cristiano Filho é politico, advogado ou os dois juntos?

Dr. Cristiano Filho: Sou advogado. Assim quero que me reconheçam. Não quero ser conhecido como um político no sentido daquele que vive da política. A política tem que ser um meio para se atingir aquilo que você acredita: uma sociedade mais justa, onde as pessoas têm direitos e deveres iguais. Não pode ser um fim, geralmente objetivando alcançar benefícios pessoais, em alguns casos, o enriquecimento ilícito.

Antônio Marcos: Qual sua opinião sobre o político corrupto?

Dr. Cristiano Filho: É a pior espécie de bandido que existe, pois nos rouba e rouba principalmente nossa consciência. O político corrupto é desprovido de qualquer princípio moral. Desvia dinheiro exatamente das pessoas que mais necessitam. Quando um político desvia recursos da merenda escolar, das obras que deveriam ser para dar melhor qualidade de vida para a população, está na realidade roubando o futuro dessas pessoas. E o pior é que esses políticos são lobos em pele de cordeiro. Desviam os recursos e ficam com um discurso de que não fazem mais porque não podem. Não fazem mais porque estão roubando o dinheiro público.

Antônio Marcos: As coisas mudaram e hoje já não se consegue mais desviar dinheiro como se fazia antes, o senhor concorda?

Dr. Cristiano Filho: Todo corrupto tem a sensação de impunidade. Acham que nunca serão pegos. Como diz um velho ditado “o mal do sabido é pensar que todo mundo é besta”.

Antônio Marcos: Diante de tantas maneiras de se investigar, como o político corrupto ainda consegue desviar recursos, hoje?

Dr. Cristiano Filho: Basicamente fraudando o processo licitatório, que é a forma de escolher qual empresa vai vender para o município. O político ladrão atua da seguinte forma: cria-se tantos requisitos no processo licitatório que somente a empresa que ele quer é quem ganha a licitação. Depois que ganha, essa empresa, que na verdade pertence a alguém de confiança, recebe o dinheiro e o repassa em espécie para o político ladrão. Tudo feito de forma a parecer honesto, mas que não resiste a uma investigação mais aprofundada dos órgãos competentes, ainda mais se for recurso federal, onde a investigação deverá ser feita pela Polícia Federal.

Antônio Marcos: O que acontece quando se descobre tal fato?

Dr. Cristiano Filho: O que temos visto ultimamente é político ladrão indo para a cadeia. O problema é que com ele irão pessoas que “nada devem”, que foram usadas pelo político ladrão, as vezes assinando documentos sem sequer ler o que assinavam, que não sabiam que estavam sendo usadas pelo político ladrão, como o caso de secretários, em especial os de educação e saúde, que respondem igual ao prefeito pelos atos praticados em suas secretarias.

Antônio Marcos: Porque o senhor prefere usar o termo político ladrão ao invés de político corrupto?

Dr. Cristiano Filho: É porque o termo não poderia ser outro. Umas das definições encontradas no Dicionário Aurélio para o termo, é que ladrão é aquele “que se aproveita da desgraça dos outros”. Melhor definição não há.

Antônio Marcos: Qual a sua ligação com a cidade de Itinga do Maranhão?

Dr. Cristiano Filho: Cheguei em Itinga em 1989. Tudo que tenho, consegui no Itinga. Infelizmente os desafios profissionais exigiram que eu trilhasse outros caminhos, mas estou me preparando para retornar ao Itinga, lugar onde me sinto em casa. A saber, é o único lugar onde eu não me sinto forasteiro (risos).

Antônio Marcos: Sobre a administração do atual prefeito daquele município, Lúcio Flávio, o que o senhor tem a dizer?

Dr. Cristiano Filho: Farei algumas considerações críticas, que na realidade refletem o pensamento das pessoas de Itinga, com as quais eu tenho conversado. Este início de administração tem deixado a desejar. Poderia enumerar alguns “equívocos” praticados pelo prefeito Lúcio.

  1. Nepotismo Deslavado:

Não creio que o Itinga não tenha pessoas de capacidade para exercer cargos na administração pública. Ofende os itinguenses, achar que somente pessoas ligadas a sua família possam exercer determinadas funções. O Prefeito Lúcio Flávio cometeu um grande erro ao nomear seus parentes, em especial sua mulher, seu irmão e seu primo para o cargo de secretários. É brincar com a inteligência dos outros achar que eles são mais preparados que os demais. Ademais, hoje o Itinga tolera a família do “prefeito mandado” no Poder Executivo e no Poder Legislativo, que tem como Presidente o Vereador Max. O prefeito Lúcio Flávio se elegeu com um discurso de que seria diferente. Ganhou a eleição e rasgou esse discurso, fazendo tudo o que criticou durante suas campanhas. Está demonstrando que não tem muito apego com os compromissos feitos com a população.

  1. Contratação de Profissionais de Fora do Município:

Outro fato grave é a contratação de pessoas de fora do município de Itinga. É também brincar com o povo de Itinga, achar que não temos profissionais em nosso município que possa colaborar com a administração. Outro fato que demonstra o desapego do Prefeito Lúcio Flávio com a palavra dada consiste no fato de que algumas dessas contratações se deram somente para satisfazer pessoas que financiaram sua campanha, alguns vindo da Capital do Estado (São Luís), sem nenhum vínculo com Itinga.

Antônio Marcos: Sobre o ex-prefeito Ildemar Gonçalves, o que o senhor tem a dizer?

Dr. Cristiano Filho: Não tenho visto Ildemar ultimamente, mas creio que ele deve estar desapontado com os rumos da Administração do Prefeito Lúcio Flávio. Afinal, hoje o Lúcio somente é prefeito por um devaneio do Ildemar, que bancou suas duas campanhas, mas se tenho algo a dizer sobre Ildemar, é que ele está sendo omisso neste início de administração. Está se esquecendo que o povo votou no Prefeito Lúcio Flávio a seu pedido. Ildemar deveria estar mais atento e cobrar mais de seu pupilo, porque se continuar da forma que está indo, teremos fatos muito mais graves que trarão consequências mais sérias do que uma crítica mais pesada. Se a administração de Lúcio der errada, a fatura deverá ser encaminhada para a Fazenda Bola Sete.

Antônio Marcos: Porque o senhor acha que isto está ocorrendo?

Dr. Cristiano Filho: Pelo que eu pude perceber, o poder subiu à cabeça do Prefeito Lúcio Flávio. Está agindo feito um menino mimado quando ganha um brinquedo. Só que administrar uma cidade é coisa séria, é coisa para gente adulta. Além disso, em determinados momentos, está agindo com fraqueza, deixando que sua mulher e seu irmão conduzam os rumos da administração, o que é péssimo para o Itinga. Não gostaria que o Itinga se transformasse em uma ZARUK, empresa falida da família do prefeito. Se ele administrar o Itinga da forma que administrou a ZARUK, todos, com exceção do prefeito e seus familiares, sairemos perdendo.

Antônio Marcos: Qual mensagem o senhor deixa para o povo do Itinga?

Dr. Cristiano Filho: Quero dizer que o Itinga é maior que uma administração corrompida. Tudo isto vai passar e o Itinga irá encontrar seu rumo. Talvez até com o próprio Prefeito Lúcio Flávio, que deveria calçar a sandália da humildade, reconhecer que está errando muito e colocar a administração no rumo certo. Deveria ouvir pessoas com experiência em administração pública, aproveitar o conhecimento do Ex-prefeito Pimentel, que, juntamente com Ildemar Gonçalves foram os grandes responsáveis pela a vitória dele (Lúcio). Deveria valorizar os Vereadores que foram relegados a um segundo plano. Enfim, deveria fazer uma reviravolta nesta administração, mostrar para o povo que ele tem o controle da administração municipal do Itinga e que não é uma marionete nas mãos de sua esposa e de seu irmão.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 1 = 0