Publicidade
Página Inicial

Itinga do Maranhão é portal de entrada para o Polo da Chapada das Mesas

26/02/2019 às 09:11 em Geral

Desde o ano de 2017, o município de Itinga do Maranhão passou a ser, via Rodovia BR 0-10 sentido norte, o portal de entrada para o Polo da Chapada das Mesas. O mapeamento 2019-2021, com a adesão de novas cidades, deve ser publicado pelo Ministério do Turismo em agosto deste ano. Com a atualização, os municípios que participam ativamente dos fóruns de suas instâncias, serão inclusos nos planos de investimento e de regionalização do turismo através do Governo do Maranhão e Governo Federal.

A Instância de Governança Fórum do Polo Turístico da Chapada das Mesas vem realizando reuniões, quase que mensalmente, para discutir estratégias e ações que possam contribuir com o desenvolvimento da região. No total, são dez encontros por ano, realizados em cada um dos 10 municípios que integram o fórum. O município de Itinga é representado no fórum pela secretária de Cultura Lazer e Turismo, Quédia Viana, e pelo secretário adjunto de meio ambiente, Djalma Macêdo, que faz parte da mesa diretora da instância.

Itinga, desde o ano passado, já participou de dez reuniões técnicas promovidas pela Secretaria de Estado de Turismo (SECTUR-MA), integrando a Instância de Governança Fórum do Polo Turístico Chapada das Mesas. Também outros nove polos maranhenses estão participando atualmente da atualização do Mapa do Turismo do Maranhão 2019.

Os encontros serviram para amadurecer ideias, conhecer potencialidades de cada município da Chapada e troca de experiências. O fórum também desenvolveu várias ações como: fan tur, happy hours, visitas técnicas de potencialidades, identificação de modalidades turísticas, incentivo ao investimento em produtos e mecanismo de incentivo ao CADASTUR, no qual a rede hoteleira e restaurantes devem estar inscritos junto ao Ministério do Turismo. Esse reconhecimento regional é tido como fundamental para a celebração de convênios e investimentos futuros.

Passada a fase de identificação das características de cada município, a segunda etapa vai colocar em prática várias ações e atribuições que visam o desenvolvimento do turismo, dando um caráter de unicidade ao polo. Tudo começará com a criação de um inventário de todos os municípios, catalogando todas as referências culturais, gastronômicas, artísticas, de negócio e recursos naturais disponíveis. Também serão implementadas iniciativas que envolvam o comércio, palestras, cursos profissionalizantes para garçons, rede hoteleiras, guia de turismo, e demais formas de serviços que se somam ao setor.

Novo mapa do turismo – Os 5.570 municípios brasileiros poderão pleitear sua inclusão no Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021 a partir de 01 de abril. É nesta data que começa a contar o prazo oficial, que termina em 30 de julho, para cadastramento e inserção dos documentos no Sistema de Informações do Programa de Regionalização do Turismo. Vale lembrar que novos critérios, compromissos e recomendações foram estabelecidos para a próxima edição do Mapa que, atualmente, é composto por 3.285 municípios.

Da Assessoria

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 7 = 1