Publicidade
Página Inicial

Juiz foi agredido a pauladas e não por ‘Arma Branca’ como dito antes

21/12/2012 às 21:50 em Polícia

marcelobadoque BLOGImperatriz – A polícia de Imperatriz está à procura do flanelinha que agrediu a pauladas o juiz de direito Marcelo Testa Baldok, na noite desta quinta-feira (20/12), no centro da cidade de Imperatriz.

O motivo da agressão teria sido a recusa do juiz em dar dinheiro ao homem, que reagiu com um pedaço de madeira que mantinha escondido, segundo testemunhas só para esse tipo de situação, uma vez que essa não é a primeira vez que fatos dessa natureza acontecem.

juiz esfaqueado editadaO juiz saía de uma pizzaria e casa de show, quando foi abordado pelo flanelinha, de aproximadamente 40 anos. Logo após a agressão, por volta de meia-noite, o magistrado foi atendido por médicos em um hospital da cidade.  Além dos hematomas pelo braço e costelas, ele sofreu também um grave corte na cabeça, foi submetido a uma tomografia e continua internado.

“Segundo relatos da vítima e das testemunhas, a agressão foi com um pedaço de pau que o flanelinha costumava usar quando recebia negativas dos motoristas”, disse o Tenente Coronel Edeilson Carvalho, comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar.

O juiz e diretor do Fórum, Adolfo Pires, lamentou o ocorrido com o colega, e disse que o flanelinha é reincidente. “Foi uma agressão bruta, covarde, pelas costas, um reflexo do caos nas cidades, mas ele está bem, fora de perigo. Não teve alta porque ainda está fazendo exames”, contou.

O comandante do 3º Batalhão intensificou as ações na tentativa de prender o flanelinha. “Desde ontem o serviço de inteligência está acionado. Nós acreditamos que conseguiremos prendê-lo ainda hoje”, concluiu Edeilson Carvalho, comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar.

Por Antonio Marcos

Com informações do G1 MA

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 3 = 5