Publicidade
Página Inicial

Lobão Filho desconstrói discurso de seus opositores, em Barreirinhas

06/09/2014 às 08:30 em Política

Lobão FilhoO candidato da coligação “Pra Frente, Maranhão” ao governo estadual, senador Lobão Filho (PMDB), desmitificou na cidade de Barreirinhas o falso discurso da mudança ao relacionar cidades onde “eles implantaram o caos administrativo e social. Aqui em Barreirinhas não existe uma obra da atual administração, salários estão atrasados e a cidade e a sua população, abandonadas”.

O candidato peemedebista alertou para as falsas promessas feitas em época de eleições. “Eles tudo prometem. Tudo é só enganação. Vejam os exemplos de São Luís, Caxias, Balsas, Tuntum, e Imperatriz. Os professores estiveram acorrentados e fizeram greve de fome”, destacou.

Lobão Filho relembrou ainda que o candidato comunista foi presidente da Empresa Brasileira de Turismo, a Embratur, e nada fez por seu Estado, por Barreirinhas e pelos Lençois Maranhenses, cartão postal do Maranhão. “Nós vamos divulgar todo esse potencial turístico. Vamos fomentar a indústria do turismo, gerar emprego e renda aos maranhenses. Vamos criar um mundo de oportunidades e abrir as portas de uma nova vida muito melhor para todos os maranhenses”, assegurou o candidato.

O ex-prefeito de Barreirihas, Albérico Filho, acompanhado de 13 vereadores, contabilizou que quando ele deixou a prefeitura de Barreirinhas ficou em caixa R$ 20 milhões. “O atual prefeito não faz nada pela cidade é porque não quer. A cidade e a sua população estão abandonados. Os fornecedores não estão sendo pagos”, afirmou.

Albérico destacou ainda obras que foram realizadas em sua administração com o apoio do governo do Estado. “O nosso hospital já salvou muitas vidas. A cidade tinha uma outra cara, bem estruturada e limpa. Os funcionários recebiam seus salários dentro do mês. Todos os fornecedores eram pagos em dias. Não contraí nenhuma dívida e deixei as contas da prefeitura saneadas”, finalizou.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


3 − = 1