Publicidade
Página Inicial

Mais de 10 mil crianças nasceram prematuras no Maranhão em 2020

19/11/2020 às 21:52 em Sem categoria

De acordo com informações da Secretaria Estadual da Saúde (SES), em 2020, até agora, foram registrados 10.007 partos prematuros.

Com relação a 2018 que registrou 12.846 casos, um número bem alto, houve uma redução de 22,1% este ano, ainda de acordo com a secretaria. Em 2019, foram menos 614  partos prematuros, em relação ao ano anterior, já que foram registrados 12.232 partos.

De acordo com a neonatologista Roberta Albuquerque, a prematuridade causa grandes problemas para as crianças, inclusive com risco de desencadear doenças crônicas ainda na infância.

“Elas podem ter alterações no seu crescimento, complicações no desenvolvimento, deficiência cognitiva, visual e auditiva, déficit motor. Além disso, a prematuridade pode trazer problemas de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, que normalmente são diagnosticadas com uma certa idade, podem acometer essas crianças”, afirma Roberta.

A neonatologista afirma ainda que a prevenção pode ser feita através da melhora da assistência perinatal de uma maneira geral. Segundo ela, é preciso fazer uma articulação nas redes primárias de atenção a saúde, vinculando com as maternidades de referência.

“É preciso fazer a estratificação de risco gestacional, assim que identificadas, que as gestantes possam fazer o pré-natal especializado, sejam internadas e tenham esses bebês que devem nascer em unidades neonatais, para que sejam cuidados de uma maneira integral”, finaliza.

O Brasil é o décimo no ranking nacional de partos prematuros. O chamado Novembro Roxo é dedicado a ações e eventos ligados à prematuridade, trazendo informações importantes sobre prevenção e a redução de partos prematuros.

No mundo, cerca de 15 milhões de bebês nascem antes dos 9 meses todo ano. Um drama que pode ser superado com cuidados médicos e muito amor pra ajudar esses pequeninos que já começam a vida lutando por ela.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 − = 6