Publicidade
Página Inicial

Membros do MPMA são homenageados por ações contra as drogas

27/01/2019 às 07:36 em Geral

Trabalho desenvolvido pelo MPMA foi premiado . (Foto: Assessoria)

O trabalho desenvolvido pelo Ministério Público do Maranhão no combate ao uso de drogas, especialmente entre crianças e adolescentes, foi premiado na noite desta quinta-feira, 24, em solenidade realizada na sede da Procuradoria Geral de Justiça, em São Luís, pela Rede Maranhense de Diálogos sobre Drogas (Remadd).

Os promotores de justiça Carla Mendes Pereira Alencar (Itapecuru-Mirim), Edílson Santana de Sousa (Barra do Corda), Gabriela Brandão da Costa Tavernard (Paço do Lumiar) e Sandra Fagundes Garcia (Açailândia) foram premiados na categoria “Justiça e Segurança”. A promotora de justiça Cristiane Maia Lago (São Luís) foi premiada na categoria “Destaque 2018”, conferida a pessoas atuantes em diversas categorias do Prêmio Remadd.

O procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, foi homenageado na categoria “Políticas Públicas”, pelo trabalho desenvolvido no âmbito do MPMA e ainda pela articulação com outras instituições. “O Ministério Público abraçou essa causa de combate às drogas com o desenvolvimento de ações dentro do raio de atuação ministerial e, além disso, pela articulação e parceria com outras instituições. Essa deve ser uma luta de todos nós, de toda a sociedade”, afirmou. O promotor de justiça Cláudio Rebêlo Correia Alencar representou o chefe do MPMA no recebimento da premiação.

A premiação teve, ainda, as categorias “Prevenção”, “Cuidado e Acolhimento”, “Tratamento”, “Inserção e Reinserção Sócio Familiar”, “Espiritualidade e Grupos de Mútua Ajuda”, “Redução de Danos Sociais e à Saúde”, “Comunicação e Literatura” e “Justiça e Segurança”.

Autora da campanha “Quem escolhe seu caminho? Você ou as drogas?”, Cristiane Lago representou o MPMA no evento e discursou em nome dos homenageados. “O consumo de drogas e as repercussões negativas para os usuários e para toda a sociedade são claras: aumento da criminalidade, mortes, sem esquecer do comprometimento da saúde mental e outras doenças advindas de substâncias psicoativas”.

Após ser apoiada pela Administração Superior do MPMA, a campanha, iniciada em 2013, em São Luís, teve as atividades desenvolvidas nas escolas públicas dos municípios do interior do Maranhão. O objetivo principal é prevenir o debate no ambiente escolar por meio de palestras e atividades artísticas, a exemplo dos concursos de redação, poesia e desenho.

Da Assessoria

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 5 = 4