Publicidade
Página Inicial

Operação da PF na região tocantina apreende carga roubada e prende duas pessoas

17/04/2011 às 11:00 em Sem categoria

“Operação Estivas” ocorreu também nos estados do Piauí,
Ceará, Pará, Pernambuco e São Paulo

A “Operação Estivas”, coordenada pela Superintendência da Polícia Federal do Piauí, tem o objetivo de executar vários mandados de busca e apreensão e mandados de prisão expedidos pela Justiça Estadual de Timon para reprimir a atividade criminosa de uma quadrilha interestadual de roubo de cargas.
A operação foi realizada na manhã dessa sexta-feira (15) e quinze pessoas foram presas em todo o estado. Foram duas na região tocantina.
Em Açailândia, foi preso o homem de iniciais M. S. G., de 28 anos, motorista, que foi conduzido em cumprimento de mandado de prisão e por terem sido encontradas em sua residência várias caixas contendo mercadorias sem nota fiscal, as quais, de acordo com as investigações, comprovariam a atividade delituosa.

Foi apreendido ainda em sua casa um Montana vermelho, onde há várias mercadorias iguais às encontradas no interior da residência.

Em Sítio Novo do Maranhão foi preso o comerciante de iniciais E. S. S., de 38 anos, que também foi conduzido em cumprimento de mandado de prisão. Ainda foi cumprido um mandado de busca e apreensão em sua casa, entretanto nada foi encontrado.
As investigações indicam que E. S. S. seria responsável por conseguir o local para esconder a carga roubada nas imediações de Sítio Novo do Maranhão.
Vale ressaltar que os mandados de prisão são temporários, com prazo de cinco dias, podendo ser prorrogados ou até transformados em preventiva, dependendo das investigações.
Além do Maranhão, a “Operação Estivas” abrange também os estados do Piauí, Ceará, Pernambuco, Pará e São Paulo. Ao todo, são seis estados.
Até as 10 horas dessa sexta-feira, segundo a PF, dez pessoas foram presas. Outros oito mandados de prisão permanecem em aberto e 32 mandados de busca e apreensão devem ser cumpridos.
A “Operação Estivas”, como é chamada, pretende desarticular uma quadrilha especializada em roubos de cargas em rodovias federais do Norte e Nordeste.
Participam da operação cerca de 80 policiais. A PF, que investiga o caso há oito meses, procura assaltantes, receptadores, falsificadores e pessoas que financiavam o crime, como empresários e contadores.

Fonte/http://www.oprogresso-ma.com.br/progresso1.html

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


2 − 2 =