Publicidade
Página Inicial

PC de Buriticupu procura acusado de estuprar enteada de 8 anos

24/01/2013 às 12:30 em Polícia

A Polícia Judiciária tomou ciência dos fatos através de Boletim de Ocorrência. O fato foi comunicado a Polícia pela mãe da vítima.

Padrasto MALVADO

José Roberto da Silva (acusado)

Buriticupu – A polícia Civil de Buriticupu, sob comando do Delegado Dr. Carlos Alessandro Rodrigues Assis, instaurou Inquérito policial com a finalidade de apurar o crime de ‘Estupro de Vulnerável’ supostamente cometido por José Roberto da Silva, contra a própria enteada de apenas 8 (oito) anos de idade.

A Polícia Judiciária tomou ciência dos fatos através do Boletim de Ocorrência nº 229/2012-DPCB às fls. 03, após comunicação feita pela mãe da vítima.

De acordo com o acervo probatório coligido aos autos, foi apurado que, em meados do ano de 2009, quando José Roberto passou a conviver em regime de união estável com a mãe da criança, esta já tinha a filha, que inclusive foi registrada como filha do indiciado.

Segundo a polícia, acontece que, adotando uma postura absolutamente execrável e desconsiderando qualquer responsabilidade afetivo-emocional para com a menor, o indiciado passou a satisfazer sua lascívia desenfreada abusando sexualmente da vítima.

A descoberta

Por volta das 12h00, do dia 06 de fevereiro de 2012, ao chegar em sua residência, localizada na Rua Dom Moto, s/nº, centro da cidade, a mãe presenciou sua filha saindo do quarto caminhando com dificuldade, ocasião em que esta se encontrava na companhia do padrasto José Roberto da Silva, hoje procurado.

Desconfiada desse cenário, a mesma levou a criança ao banheiro, onde verificou lesões na sua vagina, segundo aquela narrou em seu depoimento a Polícia.

Percebendo que a mãe havia descoberto que o mesmo havia mantido relação sexual com a garota, o acusado foi logo tratando de arrumar as malas e fugir para local incerto.

Diante da situação trágica envolvendo a filha, a mãe decidiu comparecer ao Conselho Tutelar da cidade e a delegacia de Polícia a fim de noticiar o ocorrido.

O dfelegado Carlos Alessandro e sua equipe de investigadores, trabalham para botar na cadeia esse individuo, tido como nocivo a sociedade, antes que faça outras vítimas.

Por Antonio Marcos

Com informações da Polícia Civil deBuriticupu 

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


+ 3 = 10