Publicidade
Página Inicial

Poder Judiciário reúne grupos executivos do Plano de Logística Sustentável

10/04/2019 às 06:15 em Justiça

Des. Rachid e os integrantes dos grupos executivos do PLS do TJMA. Foto: Ribamar Pinheiro/ Asscom TJMA

O Núcleo Socioambiental do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) realizou, nesta terça-feira (9), no Salão do Pleninho, reunião com representantes dos grupos executivos do Plano de Logística Sustentável do Judiciário Maranhense (PLS). Os grupos executivos são formados por servidores dos setores estratégicos do Judiciário.

Eles são responsáveis pelo trabalho de construção do Plano de Logística Sustentável (PLS) e a reunião teve o objetivo de revisar o PLS de 2016, com o propósito de verificar as metas propostas e alcançadas ou não, sugerindo novos indicadores e ações para o novo documento.

O presidente da Comissão Gestora do Plano de Logística Sustentável do TJMA, desembargador Jorge Rachid, falou da satisfação, do engajamento dos servidores dos setores do Tribunal que incorporam os grupos executivos. “Esse foi o pontapé inicial para que os objetivos do PSL se concretizem. É muito importante essa conscientização. Vejo que é um grupo extremamente competente e que vamos alcançar esse objetivo que é o respeito ao meio ambiente e ações sustentáveis”, disse o desembargador Rachid.

Já o juiz auxiliar da presidência e responsável pelo Planejamento Estratégico, Cristiano Simas, parceiro do Núcleo Socioambiental, comentou que foi uma reunião muito produtiva. “Há uma consciência de que nós temos que mudar a perspectiva, de analisar a questão da sustentabilidade no Tribunal de Justiça do Maranhão. Isso gera diversos benefícios como economia, melhoria da qualidade de vida que tem impacto significativo na produtividade. O que eu percebi é que todos estão absolutamente interessados em participar da iniciativa e que o conhecimento está bem nivelado”, concluiu.

“Foi uma reunião produtiva porque conseguimos agregar todos os setores para formar os grupos executivos, cuja responsabilidade na constituição do PLS é muito importante! São esses profissionais que vão definir os indicadores, as metas e ações do TJ para institucionalizar, de fato, a sustentabilidade”, comentou a coordenadora do Núcleo Socioambiental, Joelma Nascimento.

A próxima etapa será reunião com os grupos individuais de cada setor com suporte técnico do Núcleo Socioambiental e do Planejamento Estratégico. O Plano de Logística Sustentável (PLS) é um instrumento vinculado a esses dois setores, responsável por definir ações, metas, prazos de execução, mecanismos de diagnóstico e monitoramento, bem como avaliação de resultados, que permita estabelecer e acompanhar práticas de sustentabilidade, racionalização e qualidade que objetivem uma melhor eficiência do gasto público e da gestão dos processos de trabalho, considerando a visão sistêmica do TJMA.

Saiba mais sobre o PLS.

Da Assessoria do TJMA.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 − 7 =