Publicidade
Página Inicial

Pr. José Cavalcante divulga nota de esclarecimentos aos convencionais da COMADESMA

24/01/2014 às 16:02 em Regional
images

Pr. Cavalcante, presidente da COMADESMA

Diante da corrente de informações veiculadas nas redes sociais, o Pr. José Alves Cavalcante, presidente das Assembleias de Deus em Açailândia e da COMADESMA no Sul do Maranhão divulga nota de esclarecimentos aos convencionais da COMADESMA.

Veja a Integra da Nota!

1) Infelizmente a nota de esclarecimento apresentada pelo Pr. Paulo Martins, presidente da CIADSETA-TO, em seu perfil, na rede social Facebook, com o devido respeito, não reflete a verdade dos fatos, tendo em vista que ele foi procurado e recebeu um grupo, (foto) cujos líderes já estão desligados e da Assembleia de Deus em Açailândia e em conflito com esta, e inicialmente, autorizou a abertura de trabalho, dando início a todo esse embaraço;

2) No afã de continuar respeitando os laços fraternos com a CIADSETA-TO, por vários dias, e após várias tentativas, conseguimos contatar com o Pr. Paulo Martins e nos informar sobre as pessoas que o haviam procurado e sobre a sua posição, a fim de que a CIADSETA-TO não apoiasse tal atitude, pois desconsideraria tão preservado respeito velado e mantido entre as Convenções;

1525505_587966434617511_1501080750_n1

Pr. Paulo Martins, presidente da CIADSETA-TO

3) Pr. Paulo Martins, como provam os documentos, carta e áudio explicitados nas redes sociais, declarou ser solícito ao nosso pedido e reafirmou o compromisso de não apoiar nenhum trabalho em nossa região, assim preservando o acordo entre as Convenções, com isso nos transmitindo grande segurança e confiabilidade em suas palavras. Acreditamos que assim o inconveniente havia sido superado;

4) Poucos dias depois, tal foi nossa surpresa ao sermos informados, como bem provam as redes sociais, que a Convenção coirmã CIADSETA-PA/MT, através de seus líderes havia, em reunião em Marabá – PA, recebido o mesmo grupo de pessoas de Açailândia e emitido documento em nome dessa Convenção, autorizando a abertura de trabalho;

5) Tão logo tivemos a informação, procuramos a liderança da CIADSETA-PA/MT, mais especificadamente os Pastores Possidônio Martins Reis (presidente) e Joás Possidônio (1º secretário). Junto com uma comitiva de oito pastores da COMADESMA fomos até Redenção e mostramos relutantemente o a imprescindibilidade de mantermos o acordo entre as Convenções, no que, infelizmente não fomos atendidos;

1601468_407153052753045_684709064_n6) Faz-se necessário salientar que os pastores: Possidônio Martins e Joás Possidônio reiteradamente informaram que o motivo de estarem recebendo o grupo de Açailândia e abrindo trabalho naquela cidade era em atendimento a uma solicitação do Pr. Paulo Martins Neto, (Fato comprovado por vídeo publicado na rede social, assista clicando no link: http://www.youtube.com/watch?v=3ztMyyC1ieU ) que pediu que recebessem o trabalho, pois ele havia dado a palavra que não entraria em nossa região, mas que eles entrassem, isso sob o pretexto de que a COMADESMA já havia invadido o campo da CIADSETA PA/MT, o que causa estranheza a nota de esclarecimento do pastor Paulo, na qual ressalta “ter ficado surpreso” com a entrada da CIADSETA PA/MT em nossa Jurisdição;

7) Ocorre, que a informação que registra termos invadido o campo da CIADSETA PA/MT não se sustenta, tendo em vista que entramos em alguns campos da COMIADEPA (Dom Eliseu, Ulianópolis, Belém, Rondon, Marabá e Parauapebas), e isso só ocorreu depois que a CIADSETA-PA/MT não preservou a comunhão com a COMIADEPA, do Pr. Gilberto Marques, invadindo sua Jurisdição, e que essa por sua vez, em retaliação e por desconhecer os limites entre as duas convenções oriundas do SETA, entrou em várias cidades da nossa Jurisdição.

8) Com isso, abrimos trabalhos em algumas cidades (Dom Eliseu, Ulianópolis, Belém, Rondon, Marabá e Parauapebas) pertencentes à Jurisdição da COMIADEPA, e não de nossa Convenção coirmã CIADSETA PA/MT, visto que quando da emancipação foram definidos nas cidades onde já havia trabalhos estabelecidos, sendo elas a região sul do Pará e noroeste do Mato Grosso, o mesmo ocorrendo conosco, em relação a convenção do Maranhão, CEADEMA (região norte do Maranhão), com a qual mantemos o compromisso, tendo em vista que não se registra nenhum campo invadido pela COMADESMA e/ou CEADEMA.

9) Assim, a COMADESMA, sempre limitou sua atuação dentro das dimensões geográficas estabelecidas originalmente por ocasião de sua emancipação, qual seja CIADSETA MA/CE, e jamais desrespeitou os acordos entre as Convenções. Isso, porém não ocorreu com nossa coirmã CIADSETA PA/MT, vez que implantou trabalho no estado o Ceará, inaugurando igreja na cidade de Granja naquele estado, e agora, para atender um pedido do Pr. Paulo Martins Neto, presidente da CIADSETA-TO, autoriza a abertura de trabalho na cidade de Açailândia-MA, nossa Jurisdição;

10) Por isso, fica patente o interesse de nossas convenções coirmãs terem esses limites desrespeitados, visto terem escolhido abrir trabalhos em Açailândia, uma cidade em que a Igreja sofreu várias divisões ao longo dos anos, tendo sobrevivido pela grande misericórdia de Deus, sendo ainda essa Igreja atualmente liderada pelo presidente da COMADESMA;

11) Convém ressaltar ainda que, na conversa com os líderes da CIADSETA PA/MT, estes afirmaram por reiteradas vezes estarem atendendo a um pedido do pastor Paulo Martins Neto e também a recomendações vindas de São Paulo com o aval do Pr. José Wellington Bezerra da Costa, presidente da CGADB. Afirmação que nos causa espanto, por conhecermos a índole do nosso presidente nacional e, sobretudo, pela história de lealdade e compromisso que temos escrito nesses mais de dez anos de COMADESMA, o que nos faz acreditar que o nosso líder jamais avalizaria a abertura de trabalho em apoio à dissidência em nossa cidade, sem qualquer contato prévio conosco.

12) Quanto ao nobre pastor Paulo Martins Neto, lamentamos profundamente que tenha faltado com o compromisso à palavra empenhada, e que em sua gestão há pouco mais de um mês à frente de nossa convenção mãe, haja quebrado laços de honra, amor, respeito, lealdade e fraternidade mantidos até então pelo ex-presidente Pr. Pedro Lima Santos e por nós. É fato incontroverso que o ilustre presidente da CIADSETA –TO juntou-se ao pai e ao irmão para arquitetarem um plano de invadir a nossa jurisdição, apoiando rebeldes. Portanto, deram o primeiro e grande passo nesse espinhoso caminho, pelo que haverão de responder diante de Deus.

Finalmente, esclarecemos que, a COMADESMA está com a consciência tranquila de quem tudo fez para manter a paz. Tomamos agora a iniciativa de entrar no território deles em resposta à sua intromissão desrespeitosa em nossa área, pois há muito tempo somos requisitados para abertura de trabalho bem como também para recepcionar igrejas, no Tocantins e Pará, e por respeito e compromisso sempre nos esquivamos. Vemos, porém agora que não temos que preservar os acordos que foram por eles quebrados.

Pr. José Alves Cavalcante

Presidente da COMADESMA

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

3 Comentários para 'Pr. José Cavalcante divulga nota de esclarecimentos aos convencionais da COMADESMA'

  1. gostei da atitude do pr Jose Alves.

    luciano

    16/03/2014 às 18:20

  2. JAMAIS CONCORDEI E NÃO CONCORDO com Pastor pleiteando Cargo Público Eletivo ! Biblicamente PASTORADO É CHAMADA DIVINA ! Pastor quer entrar na Política ? QUE ENTREGUE O PASTORADO e vá seguir sua vontade lembrando: Este Pastor tá trocando a primogenitura por um prato de lentilhas, assim como fez Esaú.

    Heitor Folgierini

    26/12/2014 às 12:05

  3. Eu acredito que tudo e providencia de Deus pois eu estava estava apagado no ministério missão em maraba agora congrego na comadesma e fui bem recebido e por isso concordo tem que ser interestadual pois tem muito pastores pensando que e dono da igreja e a gente por nao ter opção ministérial fica morrendo sem pois a doutrina assembléiana nem um outro ministério consegui copiar

    Raifran

    27/09/2015 às 23:44

Deixe um comentário


4 − 3 =