Página Inicial

Pref. Juscelino Oliveira assina TAC para implementação de acessibilidade em calçadas e prédios públicos

23/09/2017 às 20:30 em Geral
Juscelino

Prefeito de Açailandia, Juscelino Oliveira (PCdoB) durante Audiência Pública

Na última quinta-feira (21), data em que é comemorado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, o prefeito de Açailândia Juscelino Oliveira (PCdoB), assinou um Termo de Ajustamento de Conduta – TAC, onde se colocou a disposição para promover a implementação de acessibilidade em calçadas e prédios públicos.

EducadoresA assinatura do termo se deu durante Audiência Pública que aconteceu na Câmara de Vereadores, onde além dele (prefeito), estiveram presentes, vereadores, secretários municipais, membros do Ministério Público, educadores e várias pessoas portadoras de necessidades especiais, entre elas o vereador Irmão Jorge, que é deficiente visual.

Em entrevista ao Blog do Antônio Marcos e ao Programa Radar 101 da Rádio Marconi FM 101,9MHz, que vai ao ar de segunda a sexta-feira das 12h às 14h, o vereador Irmão Jorge, que assim como outros portadores de necessidades especiais vêm sofrendo com a falta de acessibilidade, comemorou a assinatura do termo.

“Ficamos deveras alegres com o resultado da audiência pública, em especial com a assinatura do termo que beneficiará, nós portadores de necessidades especiais”, disse Irmão Jorge.

A Promotora de Justiça Samyra Mercês (Titular da 3ª Promotoria de Justiça de Açailândia), que também atende pessoas idosas e com deficiência, destacou o grande número de reclamações sobre a falta de acessibilidade. “Não só deficientes, mas todas as pessoas de um modo geral reclamam dos desníveis das calçadas e ausência de rampas. O Ministério Público vem trabalhando no sentido de encontrar uma solução para esse problema, desde 2015. Espero que agora se resolva”, disse a promotora de justiça, Samyra Mercês.

Em entrevista a imprensa local, o prefeito Juscelino Oliveira disse que a solução para esse problema que afeta cerca de 30 mil pessoas, segundo dados do Governo do Estado, não é só uma preocupação do Ministério Público, mas também sua.

“Nossos amigos portadores de necessidades especiais não podem ter seus direitos, que já são garantidos por lei, protelados.Com certeza estaremos empenhados no sentido de promover essas melhorias na acessibilidade, principalmente em nossos prédios públicos”, disse o prefeito.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


5 + = 6