Publicidade
Página Inicial

Prefeito eleito Zé Gomes terá a dura missão de reconstruir Buriticupu

13/10/2012 às 15:54 em Política
João Benedito; Betel; Zé Gomes e Gildan Medeiros
BuriticupuUm grande número de prefeitos eleitos no maranhão no último dia 07/10, terão a dura missão de reconstruir as cidades as quais administrarão pelos próximos quatro anos.

Nem precisamos ser especialista no assunto para saber que esses prefeitos terão muitas dificuldades logo no primeiro ano de seus mandatos. Em algumas dessas cidades poderá até ser decretado “Estado de Calamidade blica”.

Ônibus utilizado para transportar alunos
O município de Buriticupu é um desses, aonde o prefeito eleito José Gomes Rodrigues (PMDB), o “Zé Gomes”, terá a dura missão de reconstruir a cidade, que hoje se encontra em estado deplorável. Literalmente abandonada pelo poder público.
Quadra de esportes da 3ª Vicinal

Atualmente, os moradores do referido município não estão tendo o mínimo necessário ao qual tem direto. Por tanto a grande responsabilidade e esperança de dias melhores está sobre os ombros do prefeito eleito Zé Gomes e toda sua equipe de governo que já está sendo montada.

Ruas do bairro Terra Bela abandonadas
O novo prefeito conhece bem a realidade do município, o que somará positivamente nessa empreitada, para a qual o mesmo conta com auxilio de todos, inclusive do seu vice Dr. João Benedito e do ex. prefeito Antônio Gildan Medeiros, o qual desenvolveu um papel importante durante toda a campanha, desde articulações para unificação de toda oposição, um fato inédito no Município. Os dois conhecem bem o caminho das pedras e deverão explorar seus conhecimentos para ajudar Zé Gomes administrar o município.

Os deputados estaduais e federais que fazem parte do grupo também serão importantes nessa nova gestão. Os mesmos podem alocar recursos que serão transformados em beneficios para a população.

Segundo informações, os primeiros levantamentos já estão sendo feitos pelo o prefeito que assumirá no dia 01 de janeiro de 2013. O principal objetivo é saber o que é emergencial para que possa ser priorizado.
Por Antônio Marcos
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 1 = 3