Publicidade
Página Inicial

Preso em Açailândia, foragido da justiça suspeito de matar duas pessoas no PA

09/07/2018 às 09:59 em Polícia
Suspeito

Suspeito deverá ser recambiado para cidade de Ananindeua/PA onde ficará a disposição da justiça.

Neste domingo (08), o que seria apenas mais uma ocorrência de “furto de celular”, atendida pela Policia Militar de Açailândia, culminou na prisão de um indivíduo identificado como Arilson Rarlrilson Araújo do Nascimento (19), tido como um criminoso de alta periculosidade, foragido de um presidio de Ananindeua/PA, onde cumpria pena por dois homicídios.

De acordo com informações repassadas pela polícia ao Blog do Antônio Marcos, uma guarnição do 26º Batalhão de Policia Militar de Açailândia, sob o comando do Tenente Coronel Jonilson Diniz, fazia o trabalho de rotina quando foi informada pela Central de Operações da PM (COPOM), que na Vila Ildemar havia ocorrido um “furto de celular”.

De posse das informações, os militares foram até o local, onde foram informados de que um cidadão havia seguido os meliantes (autores do furto) até uma localidade conhecida como “morro do urubu”, na Vila Ildemar. Em conversa com o homem que terá sua identidade preservada, o mesmo levou a polícia até o local onde os suspeitos estavam escondidos.

Chegando ao local, os policiais fizeram o cerco, foi quando um indivíduo começou a pular os muros. A guarnição fez o acompanhamento e logrou êxito quando o mesmo invadiu uma casa e estava se escondendo dentro de uma caixa d’água.

No momento da prisão, o elemento que não portava nenhum documento pessoal, possivelmente para dificultar sua identificação, deu nome e idade “fictícias” aos militares, dizendo inclusive que era menor de idade.

Ao ser entregue na Delegacia da Polícia Civil, foi realizada uma pesquisa minuciosa, através da qual foi constatado que se tratava de Arilson Rarlrilson Araújo do Nascimento (19) e não de um menor, informações confirmadas pela mãe do mesmo.

Segundo a polícia judiciária, além do furto do celular, dos dois homicídios, pelos quais cumpria pena em Ananindeua/PA, Arilson Rarlrilson também deverá responder por falsidade ideológica, já que tentou se passar por outra pessoa, na tentativa de “ludibriar” a policia. O segundo envolvido no furto do celular, conseguiu se evadir.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


+ 9 = 15