Publicidade
Página Inicial

Professores insistem em greve e multa chega a R$ 1 milhão

08/04/2011 às 10:56 em Sem categoria

 A decisão foi tomada em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira, na FETIEMA, Centro. Multa decretada por dia de paralisação chega a R$ 1 milhão.

O secretário de comunicação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (SIMPROESEMMA), Júlio Guterres, afirmou à nossa reportagem, na tarde desta quinta-feira, dia 7, a permanência da greve dos professores do estado, por tempo indeterminado.  
A decisão foi tomada em assembleia realizada nesta tarde, na Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Maranhão (FETIEMA), na Rua Antônio Rayol, Centro. 
A decisão foi por unanimidade.
Como protesto logo após a assembleia, os professores fizeram uma passeata pelas ruas em direção a Secretaria de Educação do Maranhão (SEDUC), localizada no bairro do Monte Castelo.  
Greve
A paralisação dos educadores teve início no dia 1º de março e já dura 37 dias. A Justiça do Maranhão decretou a ilegalidade da greve dos professores da rede pública estadual de ensino.  
Pela decisão do desembargador Marcelo Carvalho, do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-MA), os docentes deveriam voltar imediatamente para as salas de aula sob pena de multa diária de R$ 50 mil contra o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma). 
Somando os dias da decisão do desembargador com a paralisação, a multa chegaria ao valor de R$ 1 milhão.

Fonte/http://www.oimparcialonline.com.br

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 5 = 3