Publicidade
Página Inicial

“Quem ajudar a prefeita Lidiane Leite a se econder será tratado como criminoso”, alerta a Polícia Federal

24/08/2015 às 18:49 em Polícia

lidiane-Ainda sem pistas do paradeiro da prefeita do município de Bom Jardim, Lidiane Leite (PRB), a Polícia Federal (PF) lançou um alerta: quem estiver ajudando a prefeita a se esconder será tratado como integrante de organização criminosa. Lidiane é suspeita de desviar dinheiro público da educação e se encontra foragida há quatro dias.

O retrato do abandono no ensino público e do descaso na gestão da prefeita Lidiane Leite está em repercussão no noticiário nacional. Alunos do município de Bom Jardim estão vivendo momentos de angústia, quando o assunto é ir para escola. De acordo com responsáveis de alunos do sistema público de ensino da cidade, as verbas que seriam destinadas para a compra de merenda escolar e reformas das escolas no município foram desviadas pela prefeita.

Outro aspecto que chama a atenção para o caso é a vida de ostentação e luxo que a prefeita levava. O que se destacou na forma em que ela divulgava sua rotina em publicações nas redes sociais. Em uma das postagens a gestora diz: “Eu compro o que eu quiser gasto sim com o que eu quero to nem aí para o que achem beijinho no ombro para os recalcados”.

Lidiane está foragida desde que foi iniciada a Operação Éden, da PF, que apura fraudes em licitações, desvio de dinheiro da merenda escolar e transferências bancárias irregulares na cidade que tem 39.049 habitantes e fica a 275 km da capital maranhense, São Luís.

A vigilância foi reforçada em rodoviárias, aeroportos e rodovias do Estado, além de fazendas de amigos da prefeita, que poderiam servir de refúgio. A prefeita está foragida há quatro dias, desde que foi iniciada a Operação Éden, da Polícia Federal. A investigação foi iniciada após denúncia do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão (MP-MA) e Ministério Público Federal (MPF).

Desde o início da operação, na última quinta-feira, dia 20, foram presos o ex-secretário de Agricultura, Antônio Gomes da Silva, conhecido como “Antônio Cesarino”, e de Assuntos Políticos, Humberto Dantas dos Santos, conhecido como Beto Rocha, ex-namorado da prefeita.

De o Imparcial

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 + = 18