Publicidade
Página Inicial

Se a eleição fosse hoje, Bolsonaro seria eleito com 59% dos votos; Haddad 41%

15/10/2018 às 15:31 em Política

Levantamento diz ainda que 47% dos eleitores recebem informações sobre política pelo WhatsApp, mas 87% desconfiam do conteúdo!O primeiro levantamento encomendado pelo Banco BTG Pactual ao Instituto FSB Pesquisa para a disputa presidencial em segundo turno, divulgado nesta segunda-feira 15, aponta Jair Bolsonaro (PSL) com 59% das intenções de votos válidos contra 41% de Fernando Haddad (PT). Esses percentuais desconsideram intenções de voto em branco, nulo e os indecisos.

Na pesquisa estimulada, levando em conta os votos totais, Bolsonaro aparece com 51% enquanto Haddad tem 35%. Brancos e Nulos somam 5%; 6% disseram que não votam em nenhum dos dois candidatos; e 3% não souberam ou não responderam.

Registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-07950/2018, o levantamento foi feito por telefone entre os dias 13 e 14 de outubro, ouvindo 2.000 eleitores a partir de 16 anos nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

Na intenção de votos espontânea, 49% dos entrevistados disseram votar em Bolsonaro, 30% em Haddad. Brancos e Nulos somaram 4% dos entrevistados; 6% afirmaram não votam em nenhum dos dois candidatos; e 10% não souberam ou não responderam.

Rejeição

Sobre o potencial de rejeição de cada um dos candidatos, que é quando o eleitor aponta em quem ele não votariam de jeito nenhum, a pesquisa BTG/FSB mostra que Haddad tem maior índice (53%) entre os entrevistados do que Bolsonaro (38%).

WhatsApp

Entre os eleitores ouvidos pela pesquisa, 47% disseram receber informações sobre política por meio do WhatsApp. Já o índice de desconfiança com relação à veracidade das notícias recebidas por meio do aplicativo por esses eleitores alcança 87% dos entrevistados.

Via Atual7

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 3 = 2