Publicidade
Página Inicial

Secretária de Saúde de Santa Luzia do Tide não aguenta a pressão e “Pede Pra Sair”

28/07/2013 às 07:31 em Política

Do blog do platy

Candida

Cândida Dutra (ex-secretária de saúde)

Santa Luzia do Tide – Cândida Dutra não é mais secretária de Saúde de Santa Luzia, a ex-secretária entregou o cargo na manhã de hoje, segundo informações a mesma teria pedido pra sair. Um dos motivos seria que Cândida não estaria de acordo com algumas exigências feitas pelo manda chuva da cidade, o irmão do prefeito Vera, a ex-secretária não suportou a pressão de ser praticamente obrigada a tomar decisões importantes e provavelmente perigosas, o que poderia causar sérios problemas no futuro.

 Cândida Dutra vai assumir o Centro de Especialidade, que até então é comandado pelo Fisioterapeuta Thales Cantadori. Thales é o nome mais cotado para assumir a Secretaria de Saúde, uma responsabilidade e tanto para o jovem fisioterapeuta.

Quem manda de fato no município, é o irmão do prefeito, isso não é segredo pra ninguém. Com o Detona é assim! Não procedeu, a tesoura comeu! Em sete meses, Cândida é a segunda integrante da equipe de secretários a deixar o cargo.

Segundo apuramos, outro motivo que explicaria a demissão  da ex-secretária seria por uma discussão em relação a um convênio milionário no qual o município de Santa Luzia foi contemplado. A Prefeitura de Santa Luzia através da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) conseguiu junto ao Ministério da Saúde a construção de 16 novos Postos de Saúde para o município de Santa Luzia. A verba será liberada através do PAC 2 do Governo Federal.

Recentemente a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) conseguiu também junto ao Ministério da Saúde a reforma de quatros Postos de Saúde. Os postos de saúde que irão passar por reformas, são os postos do povoado Brejo dos Caboclos, centro do Ancelmo , Santo Onofre e Chapada da Alvina. Um fato curioso é que o posto da Chapada da Alvina e o posto do povoado Santo Onofre já receberam e foram beneficiados com recursos desse mesmo convênio que é um recurso Federal. Parte do recurso veio na administração de Dr.Marcio e foi aplicado na construção de novos postos, que foram construídos dentro dos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde. Inclusive existem documentos e laudos técnicos feitos pelo próprio Ministério da Saúde que comprovam a construção dos postos.

A pergunta é: Pra que reformar um posto de saúde construído a tão pouco tempo? A resposta é simples. É mais barato passar uma tinta nas paredes e dizer que reformou, do que reformar um posto que realmente precise de uma reforma.

Como foi dito anteriormente, essa verba é um recurso Federal, o dinheiro é depositado em uma conta especifica, posteriormente e feita uma licitação para contratação de uma empresa para prestar o serviço. Conforme o andamento da obra, a prefeitura deve justificar com documentos e comprovar os gastos junto ao Ministério da Saúde, para assim receber a liberação do restante do recurso.

Segundo apuramos, o principal problema seria esse, o prefeito não quer e não tem interesse algum na fiscalização adequada de uma obra, o mesmo estaria estudando uma maneira para que esses recursos sejam depositados diretamente na conta da prefeitura, o que é ilegal e inaceitável.

Aí a ex-secretária que não é boba disse : “Meu nome é Tchau! Tô fora!”

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


+ 2 = 10