Publicidade
Página Inicial

Sedes homenageia servidoras no Dia Internacional da Mulher

08/03/2018 às 19:44 em Geral

Programação faz parte das diversas atividades promovidas pela prefeitura para marcar a data.

Homenagem 1

Servidoras foram recebidas com festa na Secretaria de Desenvolvimento Social (Foto: Léo Costa)

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, as servidoras da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Sedes, foram recebidas nesta quinta-feira, 8, com café da manhã, regado de flores e música. Evento foi realizado como forma de valorizar seu papel na sociedade e agradecer pelos serviços prestados à comunidade.

A titular da Sedes, Fátima Avelino, fez questão de entregar para cada servidora uma rosa e destacou a força da mulher na cidade. “É uma justa homenagem àquelas que vão à luta rompendo obstáculos, enfrentando preconceitos, distribuindo carinho e muito amor por onde passam. Esta data não é apenas marcada pela comemoração, mas como um dia para firmarmos discussões pertinentes aos direitos da mulher” – ressaltou.

Homenagem 2O secretário Municipal de Trânsito e Transportes, Leandro Braga, esteve presente e ressaltou a participação feminina nas ações da gestão do município. “É importante ressaltar e valorizar o papel das mulheres no funcionalismo público. Então nada mais justo e coerente essa homenagem em que a Sedes, através da secretária Fátima Avelino, presta as servidoras desta pasta” – disse Leandro Braga.

Para Celene Jardim, coordenadora geral do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vinculo, SCFV, “é muito válido que o Dia Internacional da Mulher seja lembrado por todos. Não podemos perder a referência. É um dia para comemorar conquistas de séculos de lutas das mulheres” – afirma Celene. A homenagem faz parte das diversas atividades promovidas pela prefeitura para marcar a data.

DATA

Em 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, na cidade norte americana de Nova York, fizeram uma grande greve. Ocuparam o local e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho. A manifestação foi reprimida com total violência que as mulheres foram trancadas dentro da fábrica incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas em um ato totalmente desumano.

Somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas apenas no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela Organização das Nações Unidas, ONU.

Da Assessoria

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 1 = 3