Publicidade
Página Inicial

TJ suspende expediente devido ao protesto

19/06/2013 às 20:14 em Justiça

São Luis – A preocupação com a segurança de magistrados e servidores, diante das manifestações populares em São Luís, levou o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) a suspender a sessão administrativa desta quarta-feira (19) e o expediente no período da tarde na sede e unidades situadas no centro histórico da cidade.

TRIBUNAL

Grades de ferro foram colocadas para impedir os manifestantes adentrassem o prédio.

Portaria (nº 5/2013), assinada pelo presidente, desembargador Antonio Guerreiro Júnior, e pelo corregedor-geral, desembargador Cleones Cunha, determinou a suspensão do horário de funcionamento, “por motivo superveniente”, nas sedes do Tribunal e da Corregedoria Geral da Justiça, na Praça Pedro II, e no centro administrativo da Rua do Egito, a partir das 13 horas – com exceção dos setores de protocolo e distribuição.

No início da sessão, às 9h, o presidente do TJMA, desembargador Antonio Guerreiro Júnior, disse não haver condições de realizar os trabalhos e pediu a compreensão do público presente quanto ao adiamento da pauta para a próxima sessão administrativa, prevista para o dia 3 de julho. “O momento é grave e não podemos expor os desembargadores e os servidores”, justificou Guerreiro Júnior.

Presidente da Comissão de Segurança Institucional do TJ, o desembargador Raimundo Barros, ressaltou que todo movimento popular é legítimo e positivo, mas, diante do risco de depredações, os sistemas de segurança e judicial devem estar atentos.

O presidente Guerreiro Júnior aproveitou a oportunidade para convidar os magistrados a participar da palestra sobre segurança pessoal e institucional, a ser ministrada no dia 21 deste mês (sexta-feira), às 9h, no Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau.

Sistema Difusora

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 3 = 0