Publicidade
Página Inicial

Tribunal de Justiça do Maranhão terá site mais moderno e acessível em 2020

06/12/2019 às 16:24 em Justiça

Um portal mais leve, objetivo e acessível. Tendo essas premissas como base, já está no processo de homologação o novo Portal do Poder Judiciário do Maranhão. O desenvolvimento do novo portal foi autorizado pelo presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Joaquim Figueiredo, e consolidará a valorização da Comunicação Social do Judiciário em sua gestão.

Uma comissão formada por servidores da Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do Maranhão, Corregedoria Geral da Justiça e Escola Superior da Magistratura do Maranhão e da Diretoria de Informática e Automação tem trabalhado no último ano para finalizar e entregar aos jurisdicionados, profissionais do Direito, magistrados e servidores a nova interface da Justiça Estadual maranhense na internet.

O novo Portal Judiciário do Maranhão vem transformado em seu design e em sua estrutura de conteúdo, sendo mais intuitivo, simples e responsivo a todos os dispositivos de acesso à internet. Ele foi pensado de forma a unificar a presença do Judiciário por meio da instituição Tribunal de Justiça do Maranhão. A partir dele, que institucionalmente é o guarda-chuva de toda a estrutura judiciária estadual, foram trabalhados os papéis específicos dos maiores setores como a Corregedoria Geral da Justiça e a Escola da Magistratura, bem como Ouvidoria, coordenadorias especiais, entre outros.

“Foi um grande desafio pensar e desenvolver esse novo Portal do Judiciário. Acompanhar os avanços das interfaces online, organizar a oferta de conteúdo que é muito plural e vasta no Judiciário, trazer funcionalidade para o usuário. Isso tudo foi minuciosamente trabalhado”, declara Roberta Gomes, jornalista da Assessoria de Comunicação do TJMA que está coordenando o projeto. Além dela, integram a comissão as jornalistas Juliana Mendes, assessora-chefe de Comunicação da Corregedoria Geral da Justiça, e Irma Helenn, responsável pela Comunicação da Escola da Magistratura. Na Diretoria de Informática, coordenam o projeto os servidores Isaac Costa Júnior e Tony Diniz.

ACESSIBILIDADE

Uma das principais necessidades para um novo portal – e a mais urgente – era o funcionamento do site com as ferramentas e aplicativos de acessibilidade. Tornar o conteúdo produzido e disponibilizado pelo Judiciário estadual acessível a todos.

O novo portal está sendo desenvolvido com recursos para ser lido por aplicativos de leitores de tela, audiodescrição, VLibras – aplicativo que traduz o texto para a Lígua Brasileira de Sinais –, alto-contraste, navegação assistida etc. “A acessibilidade é uma obrigação prevista em Lei, inclusive para os recursos de web. Contudo, atualmente no Brasil, apenas cerca de 1% do conteúdo na web é acessível; e o conhecimento das ferramentas e sua implantação também ainda precisam ser difundidos. Estamos cumprindo com um dever enquanto instituição pública”, completou Roberta Gomes.

TRANSPARÊNCIA

Outro importante ponto levado em consideração na construção do novo portal é disponibilização de informações e serviços de forma simples, objetiva e a poucos cliques do usuário. Além de facilitar o acesso de quem navegará no novo Portal do Poder Judiciário do Maranhão, o TJMA conseguirá reunir as informações exigidas no Ranking da Transparência do Conselho Nacional de Justiça em um só local.

De acordo com a Diretoria de Informática, um novo Portal da Transparência também já começou a ser desenvolvido, onde estarão reunidas, inclusive, as informações financeiras, orçamentárias, de recursos humanos etc.

HOMOLOGAÇÃO

Para o novo portal funcionar bem e atender a todos os requisitos necessários, ele precisa ser homologado, que é uma fase de transição entre o desenvolvimento e o seu lançamento oficial. É quando ele é testado, erros são corrigidos, conteúdo migrado e todas as falhas, encontradas e corrigidas. É nesta fase que o portal entrará agora em dezembro de 2019.

Também foi desenvolvido pela Informática do TJMA um novo gerenciador de conteúdo para atender a nova estruturação do portal. Esse novo gerenciador será acessado pelo sistema Sentinela e os servidores que alimentarão conteúdo – nas mais diversas áreas do portal – serão apresentados e treinados na nova plataforma.

“A Assessoria de Comunicação está preparando um material de auxílio, bem como em oficinas e treinamentos para os servidores que trabalharão com a inserção de algum tipo de informação no portal”, completou Roberta Gomes.

Comunicação Social do TJMA

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 8 = 1