Publicidade
Página Inicial

UPA de Açailândia poderá fechar as portas por tempo indeterminado a qualquer momento…

04/05/2019 às 21:20 em Saúde

UPA- Unidade de Pronto Atendimento de Açailandia, no dia da inauguração, quando o governador Flávio Dino se comprometeu perante os presentes em ajudar a manter a unidade, o que não cumpriu até agora, segundo informações!

Inaugurada pelo prefeito de Açailândia em 27/08/2016, A UPA-Unidade de Pronto Atendimento Dr. Ubirajara Neres Souza, que fica Localizada na Avenida Santa Luzia, S/Nº, Vila Progresso, Zona Urbana, poderá ser fechada a qualquer momento e por tempo indeterminado. A informação partiu de pessoas ligadas à própria administração municipal, e o motivo? È a falta de recursos para custear as despesas operacionais e técnica da Unidade de Saúde.

Quando da sua inauguração, o governador Flavio Dino que participou da solenidade, se comprometeu a destinar um milhão de reais para a compra de equipamentos e parte do custeio mensal no total de R$ 600 mil, trato esse que o comunista não vem cumprindo. E com isso, fica insustentável para que a UPA possa continuar seu atendimento a população.

A unidade é administrada pela prefeitura municipal de Açailândia, que aos troncos e barrancos mesmo sem receita própria, vem bancando sozinha as despesas de custeios, para que a mesma não tenha suas atividades paralisadas, só que a situação chegou ao limite. Informou nossa fonte ligada a prefeitura.

Durante o ato inaugural, o governador Flávio Dino ressaltou a importância da parceria com o poder público municipal para a execução de obras como essa. “Vi que a conclusão dessa UPA era um anseio da população. Essa obra é fruto de uma parceria entre o governo federal, estadual e municipal e mostra que os resultados aparecem quando a gente se une e emprega bem os recursos públicos. E, assim como vim entregar o quartel da polícia, as viaturas e agora esta unidade de saúde, virei aqui muitas outras vezes para entregar obras como a urbanização dessa praça”, destacou o governador. Passado esse tempo ficaram só as palavras, e os compromissos foram esquecidos pelo governador.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula que também estava presente à inauguração explicou como a UPA contribuiria para a melhoria da rede estadual de saúde. “Essa é a terceira UPA municipal que a gente ajuda a inaugurar. Esse suporte é dado pelo poder público estadual para possibilitar que essas unidades funcionem e atendam bem à população. Essa obra estava parada há muitos anos e, pela coragem da gestão municipal de pedir ajuda ao governador, estamos aqui hoje para entregar esta UPA que vai mudar a saúde da região”, afirmou. Outras palavras que nunca se cumpriram.

Ao não cumprir com seus compromissos eleitorais, o governador Flavio Dino se mostra indiferente, e ao mesmo tempo está brincando e fazendo chacota com a cara do povo. Pois a situação da saúde publica é caótica em todos os municípios maranhenses. Há muito tempo Dino deixou de ser governador, para mirar sua artilharia exclusivamente em criticar as ações do governo federal e do ministro Sérgio Moro, enquanto isso, a população pobre do estado paga um preço alto pela irresponsabilidade do governador.

Essa falta de vontade política do governador, vem prejudicando  quase todas as administrações  do Maranhão, pois o homem não tem a sensibilidade nem mesmo com aqueles prefeitos que foram e são seus aliados, como exemplo claro, é o próprio Prefeito Juscelino Oliveira, que é do mesmo partido de Dino, o (PCdoB). Pessoas ligadas ao prefeito já lhe cobraram inclusive sua saída do (PCdoB), e seu afastamento do grupo político de Flavio Dino, e não entendemos o porquê do mesmo insistir em ficar do lado de um governador que não está nem ai para um dos municípios mais importante do estado.

Alheio a situação caótica em que vive o município,o único deputado estadual de Açailândia, se faz de cego, surdo e mudo, e assiste de camarote a problemática local, e não tem a dignidade de ao menos cobrar no plenário da assémbleia legislativa uma posição do governador para ao menos tentar solucionar os principais problemas que hoje a população enfrenta.

Do Atual10

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 − 6 =