Publicidade
Página Inicial

Violência: Dois assassinatos marcam o fim de semana em Imperatriz

15/05/2012 às 11:23 em Sem categoria
Imperatriz – A primeira vítima foi o homem identificado por Leandro Silva dos Santos, cujo corpo foi encontrado por volta de 06h00 desse domingo 13/05, no local conhecido por Barreiro da Vila Fiquene. Leandro Silva foi encontrado com duas facas cravadas, sendo uma no tórax e outra nas costelas, pelo lado esquerdo.

De acordo com a perícia da Polícia Civil, que esteve no local, o corpo de Leandro Silva tinha sinais de doze perfurações, principalmente na mão esquerda. Isso quer dizer que ele tentou se defender do seu algoz.

Foi encontrado próximo ao corpo um saco de fibra onde se encontrava uma galinha.
O outro assassinato registrado nesse domingo 13/05, teve como vítima: Edison Alves dos Santos, vulgo “Edinho”, que foi assassinado com cinco tiros.
Segundo informações da Polícia Militar, “Edinho” era ex-detento e havia saído há poucos dias da Penitenciária de Pedrinhas, onde passou cinco anos. O motivo da prisão não foi informado.
Segundo consta, “Índio Velho”, como também era conhecido Edison Alves dos Santos, estava bebendo em um bar na Vila Ayrton Sena e foi perseguido por dois homens que efetuaram os disparos e depois fugiram tomando rumo ignorado.

Até o início da noite dessa segunda-feira 14/05, a polícia não tinha nenhuma pista dos matadores.
Os dois casos foram registrados no Plantão Central da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz e ontem repassados para a Delegacia do 3º Distrito, onde será investigado. Com esses dois, já chega a cinco o número de assassinatos em Imperatriz neste mês de maio.
No dia 04 de maio, em meio a uma discussão no trânsito, foi assassinado: Antônio Gomes de Carvalho, fato ocorrido no bairro Bonsucesso; dia 07 de maio, Joaquim Gomes Diógenes foi assassinado na Vila Davi II e dia 10 de maio, Sandra Feitosa Sousa foi vítima de latrocínio. Dos três, dois estão elucidados. 
O de que foi vítima Antônio Gomes de Carvalho, cujo acusado do crime é Erisvaldo da Silva Romão, vulgo “Caubói”, que está foragido. No caso da jovem Sandra Feitosa, dois dos três acusados do crime estão presos.
O primo dela, Eduardo Aurélio Teixeira de Melo, o “Sopão”, e Glelson Queiroz Sousa, o “Maninho”. Os dois se encontram na Unidade Prisional de Ressocialização de Davinópolis (UPRD), à disposição da Justiça.
Fonte/o progresso
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


7 − = 5