Publicidade
Página Inicial

“Vou jogar duro, mas limpo”, diz Lobão Filho referindo-se ao jogo sujo dos adversários comunistas

09/06/2014 às 19:10 em Política

Lobão FilhoO senador, Lobão Filho, (PMDB) tem feito uma afirmação muito clara e incisiva. Não atacará seus adversários com inverdades nem deixará sem resposta ataques e agressões. Ele tem sido alvo de factoides e informações sem sentido e está convencido de que a única maneira correta e civilizada de rebatê-las é repondo a verdade e, em caso de excesso, buscar reparação judicial.

O pré-candidato do PMDB ao Governo do Estado tem manifestado a consciência de que um político não pode ter falhas, manchas ou dúvidas na sua trajetória. Afinal, a política torna o seu militante figura pública, sujeito a questionamentos, críticas e até provocações destinadas a desestabilizá-lo emocionalmente. E o político que não estiver preparado para isso não tem futuro.

Nas conversas abertas ou reservadas, o peemedebista deixa bem claro que entrou para a corrida eleitoral como candidato a governador porque sabe do potencial e da integridade que tem marcado sua trajetória como empresário e, mais recentemente, como político. “Tudo que realizei como empresário foi trabalhando, trabalhando duro”, diz. Lobão Filho prega a necessidade de uma campanha elevada, na qual se discuta ideias, propostas e propósitos.

Mas acha, também, que os candidatos a governador devem ser avaliados como pessoas cidadãs, para serem avaliados moral e eticamente. Acha que desvios de conduta como pessoa, como cidadão, como político e como chefe de família têm de ser trazidos à tona. – “Não acredito que um mau cidadão, um mau empresário, um mau político e um mau chefe de família possa ser um bom governador” – diz, acrescentando que só não aceita inverdades. Pelo visto, o senador está determinado a jogar duro, mas limpo.

Fonte: Coluna Estado Maior/O Estado

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


8 − 5 =