Publicidade
Página Inicial

Agência da Caixa Econômica vira abrigo de usuários de drogas, em Açailândia

03/03/2017 às 08:43 em Geral
Caixa 1

Garrafas pet cheias de urina deixadas no interior da Caixa Econômica Federal

O blog do Antônio Marcos recebeu nessa quinta-feira (02) a denuncia de uma senhora, cliente da Caixa Econômica Federal de Açailândia, dando conta de que a agência virou abrigo de moradores de rua e usuários de droga, que estão praticamente morando no local.

Se não bastasse o medo e constrangimento ao qual os clientes do banco vem sendo submetidos, todos os dias pela manhã a parte externa da agência, onde fica os caixas eletrônico amanhece “imundo”.

Restos de comida, papelões que os mesmos utilizam como colchões e até garrafas pet cheias de urina são deixadas no local, sem falar no mau cheiro insuportável, causado pelos dejetos.

“Estamos virando reféns dos moradores de rua, que são os mesmos que nos atalham quando chegamos para estacionar próximo aos bancos, no centro. Agora, à agência da Caixa Econômica virou hotel particular destes elementos e o pior é que o poder público nada faz, pois não existem políticas públicas no município que ampare essas pessoas e resguarde o direito de ir e vir do cidadão. Não temos mais paz, em todos os lugares que vamos somos abordados por pedintes, moradores de rua e usuários de drogas. Alguma coisa precisa ser feita pelas autoridades competentes”, denuncia uma cliente da CEF que prefere não se identificar.

Opinião do Titular do Blog:

Conhecemos de perto esse problema, que sem sombra de dúvidas é uma questão de saúde pública. É inadmissível que essas pessoas (grande maioria usuárias de drogas) que vivem em situação degradante, continuem sendo vitimadas pelo sistema, que tem pleno conhecimento do problema e recursos para resolver, mas segue de “braços cruzados”.

Com a palavra, as ONG´S (organizações não governamentais), a Câmara de Vereadores, a Assistência Social do Município e a quem possa interessar!Caixa 2 Caixa 3jpg

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


7 + = 12