Publicidade
Página Inicial

Amanda Cunha ignora profissionais de Estreito e compra móveis planejados a “preço de ouro”, em Imperatriz

06/07/2021 às 16:19 em Sem categoria

A primeira Dama e Secretária de Assistência Social, Amanda Cunha “torrou” quase R$ 20 mil com apenas algumas peças de móveis planejados, comparados com dispensa de licitação de pessoa física de Imperatriz

Tidos como “forasteiros e oportunistas”, por boa parte da população de Estreito/MA, o Prefeito Léo Cunha e sua esposa Amanda Cunha, que também ocupa o cargo de Secretária de Assistência Social daquele municipio, seguem contrariando os estreitenses, em especial aqueles que acreditaram em suas “promessas mirabolantes”, que ao que parece objetivavam apenas o poder.

Entre as inúmeras promessas de campanha do gestor, está a de quê priorizaria o comércio e mão de obra local, o que não passou de promessas enganosas.

Como é do conhecimento de todos, Amanda Cunha não possuí raízes na cidade em que seu marido é prefeito e que seus vínculos, como do marido estão concentrados na cidade de Imperatriz, onde residiu por muitos anos.

Esperava-se que a atual gestão valorizasse os profissionais e serviços do município, como foi repetidamente prometido durante a campanha eleitoral. Profissionais e comerciantes que acreditaram nas falsas promessas Cunha e sua turma, seguem frustrados.

Recentemente, a Secretaria de Assistência Social, comandada por Amanda contratou a “preço de outro”, uma pessoa física da cidade de Imperatriz para confeccionar móveis planejados para sua pasta, ao invés de optar por móveis prontos, bem mais baratos.

Como já era esperado, a vencedora da dispensa de licitação não é de Estreito, ou seja, o dinheiro pago pelos móveis planejados foi circular na cidade de Imperatriz, muito embora Estreito possua marceneiros e uma gama de profissionais competentes, que sequer foram lembrados.

Amanda preferiu cotar preços na cidade de Imperatriz, onde três empresas enviaram cotações, indicando os seus valores para confecção dos móveis. Em momento algum foi solicitado preços de empresas ou profissionais de Estreito.

De acordo com documentos, aos quais o blog teve acesso, a vitoriosa foi uma pessoa física, uma mulher identificada como Regiane Silva Santos, servidora pública da prefeitura de Imperatriz, isso mesmo, a vencedora trabalha na área da saúde do município e arrumou tempo para fabricar os móveis.

O valor desembolsado é de R$ 17.200,00 (dezessete mil e duzentos reais), pago para Regiane, enquanto isso os profissionais de Estreito sequer souberam dessa necessidade da prefeitura.

O preço dos móveis planejados chamam a atenção. Dentro os itens estão mesas, arquivos, armários, aparador e painel de TV.

O que é no mínimo estranho é que os que reclamavam da falta de oportunidade na gestão passada, agora fazem um “silêncio sepulcral”. Para estes ta tudo andando direitinho.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 − = 1