Publicidade
Página Inicial

Estudos apontam que no período de 2022 a 2024 Governo Brandão investiu mais de R$ 45 Milhões em Açailândia

03/06/2024 às 15:03 em Sem categoria

Me faço presente na cidade pela perspectiva dos recursos e investimentos que valorizam a pessoa humana em todos os sentidos”, disse o governador.

Em exames aos recursos do Governo do Estado do Maranhão, à Açailândia, relativas aos exercícios de 2022, 2023 e 2024 sobre a égide de Carlos Brandão, em nada se parece com o cenário apresentado por opositores. Se olharmos pelo ponto de vista da infraestrutura aplicada em variadas pastas, o cenário é ainda mais promissor.

Pode até ser que o governador Carlos Brandão esteja ausente, mais Açailândia não foi esquecida como muitos andam falando. De 2022 a 2024, obras foram inauguradas em secretarias diversas, como, por exemplo (veja o quadro abaixo extraído diretamente do portal da transparência do governo do estado).

Se verificarmos os recursos que foram enviados a cidade de Açailândia, e ponto a ponto destrincharmos setores sociais beneficiados, só em 2022, o governo investiu em Açailândia, pouco mais de R$ 21,5 milhões de reais, valores destinados à construção do Parque Ambiental, que sozinho consumiu mais de 17 milhões de reais dos cofres do estado, deram o tom do que seria a gestão Carlos Brandão,

A praça da família no 50 bis virou um marco na região, as revitalizações, como foram a Praça Wallace e a praça no Assentamento Califórnia e reformas, da quadra poliesportiva (Assentamento Califórnia), do Colégio Mary Dalva Castro Rocha (que segundo consta, será a Escola Militar) e a Creche Maria Oneísa de Carvalho, recursos enviados, e investimentos inaugurados.

Ao nos posicionarmos de maneira mais direta chegaremos a algumas conclusões que fogem do estereótipo desenhado por quem nada sabe sobre a posição do governo do estado frente a cidade, veja este quadro.

No quadro acima, podemos perceber que a SINFRA/SEDUC planejou de maneira coordenada reformas e construções para a melhoria da educação estadual no município, na unidade de ensino Joviana Farias, reforma em andamento, foi destinado mais de R$ 2.400.000,00, já para o Centro de Ensino Prfº Antônio Carlos Beckman, o investimento já empenhado e fechado, foi mais de R$ 1.350.000,00, não diferente do que está previsto nas escolas estaduais no município, consta também recursos já destinado ao Centro de Ensino Norma Suely Mendes, que irá consumir dos cofres do estado mais de R$ 2.000,000,00

Já para reformas, adequações e revitalizações, a Unidade Regional de Açailândia (URE) estará de cara nova, tal mudança custará aos cofres do estado um pouco mais de 1 milhão de reais (mudança estrutural já em andamento).

Portanto, na educação estadual aplicada no município de Açailândia, a reestruturação de maneira geral, somam mais de R$ 7.468.827,30 aplicados na educação do estado no município de Açailândia. Números expressivos, com resultados surpreendentes. Vale lembrar que tal mudança se deu a partir de 2023.

Para finalizar, chama atenção, recursos destinados nos mesmos períodos a cidade, no quadro abaixo da para verificar que o governador jamais deixou de olhar para a cidade. O que nos leva a uma reflexão, “entre destinar recursos e marcar presença, podemos dizer que o governador Carlos Brandão foi pontual, eficiente e acima de tudo, manteve a coerência em relação não só a educação, mas as demandas colhidas. Veja o quadro abaixo.

Sendo assim, nos períodos de 2022 a 2024 já foram destinados à cidade entre concluídos e a concluir, mais de 44,5 milhões, isso sem incluir UPA 24h que já está sendo orçado e viabilizado, pois a pedra fundamental no espaço em questão já foi lançada pelo governo municipal, a segunda etapa do Parque Ambiental, as Estações Tech que promete ser a grande ferramenta de inclusão digital em cidades do estado, que já está sendo viabilizado no município, entre tantos outros recursos e investimentos que estão sendo pensados para a cidade.

Enfim, o governador Carlos Brandão, consegue se fazer presente de maneira constante, e no mais importante para a relação política, erário e o cidadão, que é na boa aplicação dos recursos destinados à cidade, até porque, são 217 cidade, com características peculiares e diferentes umas das outras, sem falar nas demandas que são muitas, e constantes a cada novo dia em nosso estado.

Fonte: O CRONISTA

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 − 4 =