Publicidade
Página Inicial

“Operação do IBAMA em Buriticupu não tem data para terminar”, diz Coronel do exército

25/07/2013 às 14:39 em Polícia

Cerca de 700 Homens do Exército; 92 viaturas; 02 carros de combate blindados (TANQUES) e 02 Helicópteros dão apoio ao IBAMA na operação ‘Hiléia Pátria’ em Buriticupu e região.

Exercito 1

Coronel Almério Diniz (exército) durante reunião de instrução

Buriticupu – De acordo com levantamentos feitos por este Blogueiro (Antônio Marcos) na manhã desta quinta-feira (25), pessoas que tem como única fonte de renda atividades relacionadas à exploração de madeira, terão seus ganhos comprometidos.

Em conversa com o Coronel do Exército Almério Diniz, comandante da ‘Força-tarefa Pátria Brasil’, o mesmo nos informou que a operação do IBAMA realizada em Buriticupu e região não tem data para terminar.

O Exército Brasileiro está dando apoio ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) em ações de repressão a crimes ambientais e na redução do desmatamento ilegal abrangendo diversos municípios do Oeste do Maranhão, na Operação denominada de ‘HILÉIA PÁTRIA’.

Os militares inicialmente atuaram nas Terras Indígenas do ALTO TURIAÇU, AWÁ e CARÚ, e agora, na sua segunda fase da Operação, estarão presentes na Reserva Biológica do GURUPI e diversas regiões do município de Buriticupu e adjacências.

Exercito 2As atividades do Exército envolvem as áreas de logística, de comunicações, de inteligência, de segurança das instalações, além de segurança das equipes do IBAMA e das demais agências governamentais.  O Comando Militar do Nordeste está participando da Operação com 700 homens, 92 viaturas, 02 carros de combate blindados (“tanques”), 02 helicópteros, além do estabelecimento de um Hospital de Campanha.

Paralelo à Operação, serão realizadas Ações Cívico-Socias (ACISO) em escolas, postos de saúde e comunidades carentes em coordenação com as diversas Secretarias Municipais nas localidades em que haja atuação do Exército.

Por Antônio Marcos

Com informações da Seção de Comunicação Social da Força-Tarefa Pátria Brasil

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

5 Comentários para '“Operação do IBAMA em Buriticupu não tem data para terminar”, diz Coronel do exército'

  1. a policia tem que acabar com desmatamento no Brasil pode ser no Maranhão,Pará e outro estados brasileiros

    ercilando

    26/07/2013 às 22:18

  2. Boa tarde,
    A nossa cidade esta acabada, o governo não pode chegar com esta operação e levando todas as maquinas deste povo que sustenta a nossa cidade e principalmente suas familias sem dar sustentabilidade a este povo sofrido, que ate hoje a maior renda de buriticupu parte das madereiras.

    fernando

    29/07/2013 às 14:00

  3. ACHO BOM PARA ESSES BESTAS QUE VOTARAO EM DILMA, HOJE ELA MANDA UM MONTE DE HOMENS PARA PERSEGUIR OS NOSSOS INDUSTRIAIS, SERA QUE ESSE PESSOAL DO IBAMA QUE. TOMA DECISOES DE ARRANCAR SERRARIAS NAO TEM FAMILIAS, VOCES ESTAO MATANDO, OS FILHOS DOS OUTROS DE FOME, NO DIA QUE PEGAREM UM DOIDO E ESSE FIZER TAMBEM O MAL A UM FILHO DE VOCES, SENTIRAO NA PELE.

    sousa ramos

    30/07/2013 às 23:58

  4. o problema não é IBAMA, o problema e o governo do estado juntamente com a incompetência dos governos municipais de Buriticupu QUE NUNCA procuraram outra fonte econômica para dinamizar receita e economia municipal para gerar emprego e renda, todos sabiam que um dia tal operação iria acontecer.
    e infelizmente essa será uma das operações semelhante a operação ARCO DE FOGO no município paraense de Tailândia…

    curupira

    01/08/2013 às 10:32

  5. Enquanto isso a Dona Dilma promove gastanças em hoteis 5 estrelas com altas mordomias,viagens pra europa,, gastanças em aviões da fab com ingressos carissimos em copa das confederaçoes, Sarney e tantos outros politicos se tratando no hospital mais chique e caro do país enquanto a população de Buriticupu vive na miséria, na sujeira, sem saúde, com os filhos condenados a viver nessa miseria pra sempre. O governo da Dilma abandonou o povo de vez. O exercito levou um monte de medico pra Buriticupu. A populaçao devia exigir q eles prestassem atendimento medico ao povo!!!

    Luis henrique

    05/08/2013 às 08:54

Deixe um comentário


7 + = 16