Publicidade
Página Inicial

MP ouve representantes da ‘Liquegás’ sobre contaminação de gás

27/03/2013 às 10:09 em Justiça

Advogados disseram que a Liquigás já havia recebido GLP contaminado. Segundo promotora Lítia Cavalcante, investigação será ampliada.

caso liquigas ESSA

Antes mesmo do início do expediente, os advogados da empresa na sede das promotorias de justiça.

São Luis – Representantes da empresa Liquigás foram ouvidos nesta terça-feira (26), na promotoria de defesa do consumidor em São Luis, sobre os problemas investigados na base da distribuidora de gás.

Antes mesmo do início do expediente, os advogados da empresa na sede das promotorias de justiça. Já dentro do gabinete, diante da promotora de Justiça de Defesa do Consumidor, os advogados da empresa admitiram que houve problemas no enchimento dos botijões de gás (GLP).

Logo depois, já no interrogatório, além do grupo de advogados, foram ouvidos funcionários de setores operacionais da Liquigás.

PROMOTORA ESSA

Promotora Lítia Cavalcante (DO CONSUMIDOR)

Segundo a promotora Lítia Cavalcante, a defesa da distribuidora apresentou uma nova versão sobre o caso. “Em conversa com os advogados, foi alegado que essa desconformidade veio do navio. Então, sendo do navio, ela também contaminou a outra distribuidora, que é a Nacional Gás Butano e isso toma uma gravidade maior, porque no caso teremos que ampliar a investigação do GLP”, explicou.

Em nota, a Nacional Gás informou que utiliza todos os procedimentos para evitar danos ao consumidor. A empresa informou ter solicitado análise do produto recebido pelo fornecedor e a Petrobras, por vez, disse que não identificou qualquer não conformidade com o produto recebido.

Do G1 MA

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


8 + = 13