Publicidade
Página Inicial

Muito Bem! Cadeias “Super Lotadas” e obras de presídio parada, em Imperatriz

14/10/2013 às 19:38 em Regional

Governo não consegue concluir a obra do Prédio de Imperatriz que deveria ter sido entregue no ano de 2011. Imóvel não chegou sequer à fase de acabamento.

928e51acc238bc5ba2aee85a7bf6558a4a491a2c

Obra inacabada

Apesar de ter sido decretada a situação de emergência no sistema prisional do Maranhão na semana passada, as obras do presídio de Imperatriz permanecem paradas.

O prazo inicial para a conclusão  terminou há mais de dois anos. O presídio não chegou sequer à fase de acabamento. No lugar do muro, por enquanto, há apenas cercas de arame.

A área para o novo presídio fica a 8 km do centro da cidade de Imperatriz.  Uma das propostas do novo presídio para a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária no Maranhão (SEJAP) é amenizar a super lotação principalmente na Central de Custódio da segunda maior cidade do Estado (Imperatriz).

O presídio começou a ser construído em 2009, com previsão para ser entregue em 2011. Mais dois anos já passaram e obra continua completamente paralisada. A greve dos operários que trabalhavam para a construtora responsável pela  construção do presídio foi um dos motivos para a paralisação ainda no início do mês de agosto. Além disso, foram feitas mudanças no projeto original.

Quase na metade da obra o projeto sofreu alterações para poder oferecer  uma estrutura dentro dos padrões de conforto e segurança. O presídio, quando pronto, terá capacidade para 210 presos.

O sub-secretário de Justiça do Maranhão, Mário Leonardo Pereira, informou que em virtude da paralisação das obras do presídio, foi aberto um processo administrativo contra a empresa responsável pela construção. Uma nova empresa está sendo contratada para dar prosseguimento à obra. O novo prazo para conclusão e entrega do presídio é de até 60 dias.

Do G1MA

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


2 + = 6