Publicidade
Página Inicial

Mulher presa, há 23 dias, por engano, é solta em Imperatriz

23/03/2011 às 19:20 em Sem categoria

Kelly Alves Lima foi acusada, equivocadamente, de aplicar o golpe “Boa Noite Cinderela” em SP.

IMPERATRIZ – A empregada doméstica Kelly Alves Lima foi solta, na manhã desta quarta-feira (23), pela Polícia Civil de Imperatriz. 
A mulher estava presa há 23 dias por engano em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça de São Paulo sob a acusação de participar de uma quadrilha que aplicava o golpe “Boa Noite Cinderela” onde os homens, a maioria casados, eram seduzidas e depois tinham os seus pertences levados.
A revogação da prisão teria sido resultado da ação impetrada pelo advogado de defesa da acusada.
O advogado de defesa de Kelly, Sálvio Dino, reuniu provas e mostrou que a jovem nunca pertenceu a uma quadrilha que aplicava o golpe conhecido como “Boa Noite Cinderela”.
O alvará de soltura em favor de Kelly Alves Lima, mãe de quatro filhos, foi expedido pelo juiz da 19ª Vara Criminal da Comarca de Barra Funda, em São Paulo, Antonio Carlos de Campos Machado Júnior. 
O documento chegou ao delegado regional de Imperatriz, Francisco de Assis Ramos por meio de um fax e cumprido imediatamente.
Logo após ser liberada, Kelly disse estar muito feliz com a decisão da Justiça, pois tinha certeza da sua inocência. 
– Estou muito feliz, não tem como explicar ter a minha liberdade de volta. É muito ruim a pessoa pagar uma coisa que não deve”,desabafou Kelly.
Ela ficou presa a maior parte do tempo numa cela com outras três mulheres na delegacia do 5º Distrito, no bairro Vila Lobão.
Durante os dias em que esteve presa, Kelly disse que lia a bíblia e orava bastante. Ao sair ela revelou que ficou magoada com o fato de os policiais reconhecerem sua inocência e mesmo assim terem a prendido.
– O que mais me entristeceu foi a injustiça. As pessoas sabiam que eu era inocente e me deixaram presa por 23 dias. Agora, a sensação de voltar para casa é muito boa. A minha vida volta a normalidade – ressaltou.
Entenda o Caso
A empregada doméstica Kelly Alves Lima foi presa, no dia 1º de março, pela polícia de Imperatriz, supostamente por engano, por ordem da Justiça de São Paulo, acusada de integrar uma quadrilha que aplicava o golpe conhecido como “Boa Noite Cinderela”.
A verdadeira “Kelly”, que mora em Presidente Dutra, foi presa no ano passado, mas conseguiu fugir antes de ser levada a São Paulo.

Fonte/http://imirante.globo.com/noticias/2011

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 1 = 8