Publicidade
Página Inicial

Mulher vai a delegacia e acaba sendo presa

17/05/2011 às 23:07 em Sem categoria

 (NEIDSON MOREIRA/OIMP/D.A PRESS)
Conceição  de Maria N. Ribeiro

Sem imaginar que seu nome pudesse ser identificado pela polícia, uma mulher envolvida com tráfico de entorpecentes foi presa no Plantão Central da Beira-Mar.

Na noite desta segunda-feira, dia 16, Conceição de Maria Nunes Ribeiro, 37 anos, foi pedir informações de como poderia providenciar o atestado de óbito do irmão, que tinha morrido na tarde do mesmo dia.

Segundo ela, o irmão estava internado na Unidade Mista do Bequimão, para tratamento de cirrose hepática, e, como não havia nenhum documento dele disponível para encaminhamento do corpo, ela foi à polícia para as providências necessárias.

Ao informar o próprio nome, a mulher foi surpreendida com a notícia de que havia um mandado de prisão contra ela, sob a acusação de envolvimento com o tráfico de drogas na região do bairro Anjo da Guarda, no ano 2000.

Conceição admite que, na época, ela realmente teve uma passagem pela polícia por esse delito. 

 
No entanto, como já tinha passado um mês e cinco dias presa, não imaginava que ainda existisse alguma acusação registrada contra ela.

A acusada informou que, desde que tinha saído da prisão, ela mudou-se com os quatro filhos para o município de Raposa, e não teve mais qualquer envolvimento com o tráfico. 

 
Atualmente ela vive dos serviços que presta para a Igreja Remanescente do Avivamento Pentecostal.
 
Conceição foi encaminhada para o Centro de Triagem de Pedrinhas, e aguarda o pronunciamento da justiça. 
 
 Fonte/o imparcial on line
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


+ 6 = 14