Publicidade
Página Inicial

Obama acena aceitar Brasil no Conselho de Segurança da ONU

19/03/2011 às 23:34 em Sem categoria

Brasília – Na declaração conjunta de Dilma Rousseff e Barack Obama neste sábado, o presidente americano disse que os Estados Unidos vão trabalhar junto com o Brasil e outros países pela reforma no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). 
Atualmente, o órgão tem apenas cinco membros permanentes: EUA, China, Rússia, França e Reino Unido. Há anos, o Brasil tenta, sem sucesso, uma vaga permanente no conselho.

Estudantes se emocionam ao cumprimentar presidentes Dilma Roussef e Barack Obama
– Os Estados Unidos continuarão a se esforçar para ter certeza de que as novas realidades do século XXI serão refletidas nas instituições internacionais, como disse a senhora presidente, incluindo as Nações Unidas, onde o Brasil aspira a um assento permanente no Conselho de Segurança – disse o presidente americano.
– Como eu falei à presidente, os EUA vão trabalhar junto com o Brasil e outras nações nas reformas que vão tornar o conselho mais eficaz e representativo para poder levar mais adiante nossas visões compartilhadas e um mundo mais pacífico – completou Obama, que se reuniu com Dilma na manhã deste sábado .
Em comunicado divulgado por Obama e Dilma logo depois do pronunciamento conjunto, o líder americano destacou seu “apreço” à aspiração do Brasil a um assento permanente no órgão. 
É a primeira vez que Obama fala sobre o tema claramente, embora durante o discurso não tenha feito nenhuma declaração direta de apoio para que o Brasil se torne membro permanente do conselho. Leia mais aqui.
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


7 + = 16