Publicidade
Página Inicial

”Perfil Fake” é criado para denegrir alunos e professores de Escola Pública, em Açailandia

17/10/2013 às 07:24 em Polícia

Alunos da Escola Municipal Aulidia Gonçalves estão sendo expostos de forma vergonhosa por perfil anônimo. 

1381379_1376014039303444_563012908_n

Essa é a foto de capa do perfil que vem detonando alunos e professores de escolas públicas 

Nas últimas semanas instaurou-se em Açailândia uma grande quantidade de “Perfil Fake”, as paginas estão sendo criadas na rede-social Facebook de forma anônima. O objetivo das tais é somente denegrir a imagem de terceiros. O conteúdo publicado é recheado de ataques pessoais, palavras de baixo calão e acusações caluniosas.

O Perfil intitulado como “Capeloza Fuxico” expõe fotos de várias pessoas que são literalmente esculhambadas. A mãe de uma jovem exposta na rede-social já procurou a polícia para tomar as devidas providências. Agora eis que surge mais outro que utiliza indevidamente o nome da Escola Municipal Aulidia Gonçalves dos Santos. Na página, alunas da própria escola são expostas de forma vergonhosa pelo fake, que segundo informações já é objeto de investigação por parte da Polícia Federal.

Os alunos são chamados de gays e as estudantes são hostilizadas como palavras do tipo, p…, cachorras entre outras palavras torpes. O termo “Queimação” utilizado pela pagina descreve bem o objetivo do perfil, simplesmente macular e denegrir a imagem dos alunos, segundo informações o realizador dos post´s seria estudante da escola.

A direção talvez não tenha conhecimento do caso, mas uma comissão já está sendo formada para que em conjunto com a direção da escola tome as devidas providencias. Segundo investigações, o perfil é atualizado através também de dispositivo móvel (Celular), o que reforça a suspeita de que o autor pode fazer as postagens de dentro da própria escola.

No perfil utilizado para denegrir a imagem dos alunos o autor chega a fazer a seguinte declaração: “Aaaiii galerah e quem souber de alguma coisa… é só ir lá no meu bate papo. Pra nois conversar…e desabafar.. as “fofocas” que vcs sabem, serão anonimas…em segredos cgm.. e só eu revelarei.. é cada uma dessa escolinha aulidia gonçalves…” disse.

A pessoa que cria um fake, comete crime de falsidade ideológica. O ato de incorporar a personalidade de outras pessoas e manifestar em nome de outras, inserindo declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante é crime de falsidade ideológica. Se descoberto, o autor tem sua prisão decretada imediatamente.

Alô Polícia Federal! É preciso acabar com essa “ondinha” de perfil Fake com o objetivo único de humilhar pessoas e denegrir a imagem das tais nas redes sociais. Segundo informações, um relatório estaria sendo feito com a relação dos nomes dos “perfis fake” para serem entregues para a polícia federal, em Imperatriz.

Por Maicon Sousa

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


1 + 5 =