Publicidade
Página Inicial

Polícia Civil elucida latrocínio que chocou a população do assentamento 50 Bis, zona rural de Açailândia

23/05/2024 às 20:15 em Sem categoria

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da 9ª Delegacia Regional de Açailândia, com apoio das unidades que a compõem, cumpriu nos dias 13 e 22 do mês em curso, mandados de prisão temporária e preventiva em desfavor dos irmãos G.N.N. e F.N.O expedidos pela 2ª Vara Criminal de Açailândia, pelo cometimento do crime de latrocínio consumado com “requintes de crueldade” contra uma mulher, ocorrido no Assentamento Sudelândia (50 Bis).

A investigação se iniciou em 20 de Abril, quando foi noticiado o achado cadavérico no interior da residência da vítima, identificada como Meygue Sandra Silva da Costa, com sinais aparentes de estrangulamento e estupro.

Após levantamentos iniciais e diante das evidências de crime, a equipe de investigação passou a levantar as causas da morte, restando evidenciado que além de morta, a vítima ainda teve seu aparelho celular e provavelmente dinheiro roubados.

Através das ferramentas investigativas, foi possível descobrir que o nacional G.N.N. usou o celular da vítima no dia seguinte à sua morte. Com base nessas informações foi representado pela prisão temporária de G.N.N., medida de suma importância para a investigação e acolhida pelo Ministério Público e Judiciário açailandenses.

Após o cumprimento do mandado e em sede de interrogatório, G.N.N. confessou ter adquirido o celular roubado da vítima e informou aonde o aparelho se encontrava, logrando-se êxito na sua recuperação.

Ainda em sede de interrogatório, G.N.N. informou que o aparelho fora adquirido de seu irmão F.N.O. Após as informações prestadas foi representada pela decretação da prisão preventiva de F.N.O., medida também acolhida e cumprida nesta quinta-feira (22).

Após cientificado das imputações que lhe eram feitas, F.N.O. confessou a morte de Sandra, dando riqueza de detalhes do crime, onde usou um cadarço de sapato para o estrangulamento e confirmando ainda que roubou o celular da vítima e o vendeu para o irmão, usando o dinheiro para comprar drogas.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


6 − = 4