Publicidade
Página Inicial

Sandra Alves Elouf é a mais nova procuradora de justiça do MA

26/02/2013 às 00:59 em Justiça
Sandra Elouf ESSA

Sandra Mendes Alves Elouf (PROCURADORA DE JUSTIÇA)

São Luís – Na reunião do Conselho Superior do Ministério Público do Maranhão, realizada nesta segunda-feira (25), a promotora de justiça Sandra Mendes Alves Elouf, titular da Promotoria de Justiça de Fundações e Entidades de Interesse Social de São Luís, foi promovida para o cargo de procuradora de justiça, vago com a aposentadoria do procurador Carlos Nina.

Eleita pelo critério de merecimento, Sandra Alves Elouf integrou a lista tríplice de promoção, juntamente com os promotores de justiça José Osmar Alves, da 1ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica, e Carlos Jorge Avelar Silva, da 3ª Promotoria de Execuções Penais.

Como foi a terceira vez consecutiva que integrou lista de promoção, a nova procuradora de justiça teve a promoção efetivada automaticamente, conforme prevê a Lei Complementar 13/91, que dispõe sobre a organização, atribuições e estatuto do Ministério Público do Estado do Maranhão.

Membro do Ministério Público do Maranhão há 26 anos, a promovida exerceu suas atividades como promotora titular nas comarcas de Paraibano, Pindaré-Mirim, Rosário, Imperatriz, Santa Inês e São Luís. Na Promotoria de Fundações, ela já atuava desde 2007.

Para Sandra Alves, a sua chegada ao cargo de procuradora de justiça significa o coroamento de uma carreira dedicada à instituição ministerial e à sociedade. “Sempre trabalhei para o Ministério Público com perfil social e tenho consciência dos bons serviços que tenho prestado. Venho para a segunda instância com o objetivo de somar”, afirmou.

Participaram da votação no Conselho Superior do MP a procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, que o preside, o sub-corregedor-geral, Joaquim de Carvalho Lobato (em substituição à titular do cargo, Selene Coelho de Lacerda), e os demais procuradores membros Eduardo Hiluy Nicolau, Suvamy Vivekananda Meireles, Raimundo Nonato de Carvalho Filho, Francisco das Chagas Barros de Sousa e Rita de Cássia Maia Baptista Moreira.

Fonte/Assessoria de comunicação do MPMA

Redação: José Luís Diniz

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 − = 1