Publicidade
Página Inicial

Mais uma vez, Banco do Brasil fecha as portas literalmente durante feriadão e deixa clientes indignados

28/02/2017 às 20:11 em Geral
BB

Clientes não tiveram acesso aos caixas eletrotônicos

A forma como o Banco do Brasil vem tratando seus clientes em Açailândia, principalmente durante os feriados e fins de semana, é no mínimo desrespeitosa. Mau atendimento, longa espera na fila, caixas eletrônicos sem dinheiro, sem comprovante, ambientes desconfortáveis (climatizadores quebrados) e outros problemas, já se tornaram corriqueiros.

Para que se tenha uma ideia do tamanho da irresponsabilidade, desde a última sexta-feira (24) que a Agência do Banco do Brasil do centro de Açailândia está de portas fechadas. Clientes que precisaram efetuar saques e outras operações ficaram indignados. Pessoas que estão só de passagem por Açailândia, que precisam de dinheiro para despesas de viagem, como Hotel, alimentação e outras, ficaram “na mão”.

Na tarde do último domingo (26), um empresário local identificado apenas como Reginaldo, veio à agência sacar dinheiro para pagar despesas do velório do pai que havia acabado de falecer em um hospital de Imperatriz, teve que pedir ajuda a terceiros, porquê simplesmente não teve acesso aos caixas eletronicos, pois as portas estavam “travadas”.

De acordo com usuários dos serviços, o mais absurdo é que as autoridades competentes tem pleno conhecimento do problema e nada fazem para combater tamanha falta de respeito praticada cotidianamente por instituições bancárias, instaladas no Município de Açailândia.  “A sensação que tenho é de que nós clientes só temos deveres e obrigações. Isso é um absurdo.”, disse um cliente, indignado.

Segundo informações repassadas ao Blog do Antonio Marcos, que ha um bom tempo acompanha a”celeuma”, a gerência teria fechado à agência do centro durante o feriado de carnaval, temendo a mesma ser arrombada, jã que não tem vigilante durante a noite, fins de semana e feriados.

O titular deste noticioso entrou em contato com o Dr. Genilson Rodrigues (diretor do procon municipal) para saber quais as medidas adotadas sobre o problema, que não é recente e o mesmo informou que já tomou todas as medidas cabíveis no sentido de responsabilizar o banco, por nais mais esse descaso.

“Estou ciente a cerca do fato e já lavrei os autos que irei entregar no primeiro dia útil. Isso é sem dúvidas uma falta de respeito com os consumidores e a população em geral que igualmente sofre com a falta de dinheiro na cidade”, disse o diretor do PROCON.

O Sr. Francisco Sousa (diretor do sindicato dos bancários do maranhão – Regional de Imperatriz), também se manifestou sobre o problema.

“Nós do sindicato dos bancários já fizemos várias intervenções junto ao Ministério Público do Maranhão, ao Procon e  a Câmara de Vereadores. Cada uma dessas instâncias tem suas prerrogativas e competências de atuação que podem resolver de uma vez por todas o problema”, Disse Francisco Sousa.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


6 − 1 =