Publicidade
Página Inicial

Preso pela PC de Buriticupu, acusado de violentar sexualmente a própria enteada de 9 anos de idade

21/11/2012 às 19:44 em Polícia
Garota começou ser violentada quando tinha 5 anos de idade. Em depoimento a Polícia, o acusado disse que cometeu o crime porque a menina se insinuava pra ele”!
Antonio Carlos Teodoro da Silva
Buriticupu – Os agentes de polícia Civil Benedito Netoe Idequel, comandados pelo o delegado Dr. Carlos Alessandro Rodrigues Assis, titular da delegacia de Buriticupu/MA, prenderam as 18h00 desta terça-feira (20/11), o homem identificado como: Antonio Carlos Teodoro da Silva (44), acusado de violentar sexualmente a própria enteada de apenas 9 anos de idade.
Teodoro foi preso quando se encontrava em sua residência, localizada na Rua Davinópolis – Vila Davi, bairro daquele município. O mesmo foi denunciado pela a mãe da menor com quem vivia maritalmente.
Em seu depoimento a policia, com muita frieza, o acusado fez revelações que deixou a família da menina e pessoas que tomaram conhecimento do caso, indignados.
Ele admitiu que abusava da criança desde que a mesma completou 5 anos de idade. Quando questionado pela a autoridade policial sobre o porquê de tamanha monstruosidade, ele disse que só abusou da garota todos esses anos porque a mesma se “insinuava pra ele”, inclusive chegando a pegar em seu PENIS.
Descoberta – O caso só foi descoberto porque a mãe percebeu uma mudança no comportamento da filha, que ultimamente andava muito triste. 

Segundo consta, no momento em que confessou os abusos para a mãe, que denunciou o caso ao Conselho Tutelar da cidade, a garota chegou a passar mal, segundo informações, por ser evangélica e achar que sua salvação estaria comprometida por não ser mais virgem, uma vez que o exame de conjunção carnal diz que o ato foi consumado e que não é recente.

Ainda segundo informações, o fato não foi denunciado antes, porque a menina diz ter muito medo do “padrasto”. O mesmo dizia que se ela contasse para alguém, a mataria. 

Pena – Antonio Teodoro foi autuado em flagrante por “estupro de vulnerável”, com base no Art. 217 do código penal brasileiro. Se condenado poderá pegar de 8 a 15 anos de reclusão, inicialmente em regime fechado.
Por Antônio Marcos


Com informações da Polícia Civil de Buriticupu/MA

 

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


9 − 4 =