Publicidade
Página Inicial

Ver. Ceará fala de sua trajetória e de como chegou à presidência da Câmara Municipal de Açailanmdia

08/03/2017 às 14:08 em Política
Ceará 2

Ver. Josibeliano Chagas Farias (Ceara), durante entrevista ao blog

Na manhã da última segunda-feira (06), dando sequência a nossa série de entrevistas, o titular deste noticioso (Blog do Antônio Marcos) conversou com o vereador Josibeliano Chagas Farias (Ceará), presidente da Câmara Municipal de Açailândia.

Ceará, que até um passado recente era apenas um “anônimo político”, se tornou numa grande liderança da região tocantina. Durante entrevista, o parlamentar falou de como se deu as articulações para chegar à presidência da casa de leis, sua inserção na política e um pouco sobre sua trajetória.

Quando indagado sobre futuros projetos políticos, o mesmo disse: “É pré-maturo falar sobre isso no momento, pois ainda é muito cedo, más estamos trabalhando, certo de que tudo acontece em nossas vidas, no tempo e segundo a vontade de Deus, autor e consumador da nossa fé”, disse Ceará.

Leia a integra da entrevista:

Antônio Marcos: O senhor é natural de onde?

Ver. Cerará: Sou natural de Cedro/CE, onde vivi até 2002, época em que migrei para Açailândia, onde fui muito bem acolhido por todos, em especial pelo empresário Bibi (meu primo) e sua esposa Dalva. Aqui constitui família e passei a trabalhar com compra e venda, fazendo muitas amizades, principalmente no meio empresarial.

Antônio Marcos: Como o Ceará foi inserido na política?

Ver. Cerará: A política surgiu na minha vida de repente. Na verdade, nós assumimos a liderança de um grupo político, antes liderado pelo ex-vereador Alexssandro Bbzão, composto por várias lideranças e empresários da cidade, como Douglas, Léo Arley, Bolão, amigos dos Blocos Sede Zero e Leva Eu e a própria família do Bbzão, que optou por não concorrer mais as eleições.

Antônio Marcos: Como o senhor conseguiu chegar à presidência da câmara, já que muito se comenta sobre isso?

Ver. Ceará: Depois que ganhei as eleições, surgiu nos bastidores o nome do ver. Evandro Gomes, que por sinal tem me ajudado bastante. Este me chamou para conversar, ocasião em que fizemos um compromisso. Ficou acordado que, de nós dois, o nome que emplacasse como candidato a presidente da câmara teria o voto do outro e assim aconteceu.

Ainda durante esse período de articulação surgiu também o nome do ver. Adjackson, que posteriormente depois algumas reuniões, que aconteciam sempre na casa dos vereadores, se juntou aos outros parlamentares, que juntos formamos um grupo que ganhou o nome de G-10, grupo este que decidiu aderir a nossa candidatura, que saiu vitoriosa.

Não foi fácil, pois como sabíamos que as “propostas indecorosas” surgiriam e que o “assédio” seria grande, nos ausentamos da cidade, até o dia da eleição. Nesse período, juntamente com nossas famílias, tivemos na Pousada Embiral, Salinas e fazenda de um amigo.

Antônio Marcos: A política é o que o senhor imaginava que fosse?

Ver. Ceará: Mesmo ainda estando me aperfeiçoando na politica, estou feliz. Não sou “veterano” no segmento, mas espero fazer um bom trabalho, para que assim eu possa corresponder às expectativas da população e dos meus colegas de parlamento que tanto confiam em mim. Espero que o prefeito abrace essa casa, para que juntos possamos trabalhar pela população, que tanto carece de um olhar especial do poder público.

Antônio Marcos: O senhor tem projetos futuros, politicamente?

Ver. Ceará: É muito cedo para fazer essa analise, porque para eleição para deputado falta 2 anos, para a próxima eleição municipal falta 4 anos, mas continuaremos trabalhando, certo de que tudo acontece no tempo de Deus, ao qual agradeço por tudo de bom que tem acontecido na minha vida. Não pretendo parar.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


+ 2 = 3