Publicidade
Página Inicial

Aberto III Circuito de Palestras “Mentes Criminosas’, em São Luis

18/10/2018 às 21:50 em Justiça

Cássio Almeida foi o primeiro palestrante. (Foto: Assessoria)

O III Circuito de Palestras Infor – Mentes Criminosas foi aberto na manhã desta quinta-feira, 18, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, em São Luís. O evento, promovido pelo Instituto Nacional de Perícias e Ciências Forenses (Infor) em parceria com o Ministério Público do Maranhão, prossegue até amanhã, sexta-feira, 19.

Na abertura, o perito criminal do Distrito Federal e diretor do Infor, Cássio Thyone Almeida, que foi o primeiro palestrante da manhã, agradeceu a todos que ajudaram na realização do encontro, especialmente o Ministério Público do Maranhão. “É muito importante perceber a preocupação de vocês em divulgarem este conhecimento. Quero desejar a todos um ótimo evento”, afirmou.

Sobre o circuito, o procurador-geral de justiça do MPMA, Luiz Gonzaga Martins Coelho, afirmou que as instituições do sistema de justiça devem se aproximar, com o auxílio da ciência e do emprego metodológico dos diagnósticos sociais, dos problemas do setor, entre os quais, o sistema penal, a criminalidade e o agente do crime. “Este evento é necessário e indispensável como instrumento e meio de conhecimento para fortalecer a atuação institucional do Ministério Público na identificação e percepção do perfil criminal e das mentes criminosas, como forma de apresentar respostas contra a violência, um dos problemas mais graves que atinge a sociedade brasileira”, ressaltou o chefe do MPMA aos presentes.

Também se pronunciaram na abertura a presidente da Associação da Polícia Técnico-Científica do Maranhão (Apotec-MA), Erica Brito Oliveira, e o coordenador nacional do Infor, Marco Antônio Soares Simões Júnior.

Do MPMA, também participou da mesa da solenidade o diretor-geral da Procuradoria Geral de Justiça, Emmanuel Guterres Soares. Igualmente esteve presente no evento a coordenadora do Infor-MA, Tânia Ligia de Jesus

SERIAL KILLER

Com o tema “O Maníaco de Luziânia – Aspectos Criminológicos de um Serial Killer”, a primeira palestra, apresentada pelo perito criminal do Distrito Federal Cássio Thyone Almeida, abordou a trajetória do serial killer Ademar Jesus da Silva, que entre os anos 2005 e 2010, assassinou oito meninos na referida cidade goiana.

Durante a exposição, o palestrante também fez uma analogia dos crimes em série de Luziânia com o caso do maníaco Francisco das Chagas Brito, mecânico que assassinou de 1991 a 2002, 42 meninos no Pará e no Maranhão. Ele foi considerado o maior assassino em série do Brasil e a história ficou conhecida como “o caso dos meninos emasculados”.

Antes de tratar do maníaco de Luziânia, o perito apresentou características já levantadas pela ciência, sobre o perfil dos assassinos em série.

A outra palesta da manhã foi “Odontologia legal: casos de identificação humana no Maranhão”, proferida pela odontóloga Juliana Azevedo.

Da Assessoria

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


8 + = 9