Publicidade
Página Inicial

Açailândia 30 anos. O quê comemorar?

08/06/2011 às 08:23 em Sem categoria

 

Açailândia – Esse é o assunto mais comentado neste final de semana e feriadão de Aniversário de 30 anos da cidade.
Para alguns não há muito que comemorar, para outros apesar de tanto descaso, o município conseguiu evoluir.
A opinião do blog é que temos sim o que comemorar… Temos que comemorar seu povo! Acolhedor e que não foge à luta.
No entanto, não podemos fazer vistas grossas para tanto desmando…
O relato a seguir é o retrato da saúde de Açailândia nos seus 30 anos, flagrado por um morador da cidade que levou a sua esposa ao Hospital Municipal para atendimento de emergência. É um escândalo!!!
IMG101-01
OgAAAJI0oimALhi-5H1tQOsDU29T1i9474XGb-M6IboKoGnqnHRBs63OrYfhcizwvZlNLc9dIjXuojABfy67qCqrsNIAm1T1UC7YQm1fWdgRdzg9Rj3mPF5NZSad[1]
“Às vezes para termos a dimensão de um problema e de uma determinada situação é preciso sentir na pele”. Fiquei horrorizado com as condições dos berçários e leitos do Hospital Municipal que deveriam servir para local de repouso de crianças e de mulheres que chegam ali em trabalho de parto”.
SAM_4363
SAM_4372
“A situação é caótica! Quase todas as camas estão sem colchões e cobertores como pode ser visto nos flagrantes da lente de um usuário do SUS. Sem opção a paciente tem que encarar os “feixes de ferro”, se não quiser ficar de pé ou deitar no chão, isso sem falar da fedentina terrível.
A impressão que se tem, é que lá não existem zeladores ou não existe o mínimo material de higiene. Isso sem falar do péssimo atendimento de um certo profissional da saúde, que mais parece estar tratando de animais”.
SAM_4380
Img00032
“Fica então os seguintes questionamentos ao Sr. Prefeito e ao Secretário de Saúde desse município: É esse o tratamento que merece o cidadão açailandense”? “É dessa forma que comemoramos os 30 anos de Açailândia”?
Os maus momentos foram vividos por uma jovem senhora no dia 04/06/2011, mas que prefere não se identificar por receio de retaliações e por não acreditar que algo possa ser feito para mudar essa realidade.
Açailândia 30 anos… O quê comemorar?
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


+ 2 = 8